Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Opinião: «Para onde caminhas tu, Hóquei em Patins?»

Opinião: «Para onde caminhas tu, Hóquei em Patins?»
A época terminou oficialmente hoje dia 14 de Julho com a realização da Final da Final-four da Taça de Portugal Feminina e pela 3ª época consecutiva re...

A época terminou oficialmente hoje dia 14 de Julho com a realização da Final da Final-four da Taça de Portugal Feminina e pela 3ª época consecutiva realizaram-se menos jogos.

Reflexos dos tempos, da situação económica que o país atravessa, ou será sinónimo que a modalidade está a perder praticantes, projecção e que como o Miguel Dantas disse há um ano atrás numa entrevista concedida ao Cartão Azul «Se calhar vou contra muitos, mas a minha opinião é que o Hóquei em Patins está a torna-se um "desporto de Internet"»???

O que é relevante e importante para a modalidade, ou para quem é por ela responsável e que certamente será um factor que preocupação, é que da época 2009/2010 até 2012/2013 realizaram-se menos 409 jogos.

Podia divagar mais sobre o tema, podia deixar aqui a minha opinião e fundamentá-la, mas decidi não o fazer, deixo à consideração de cada um a interpretação dos números e a sua opinião porque de ano para ano o hóquei vai perdendo protagonismo e cada vez está mais longe dos tempos áureos de outrora, apesar de continuar a ser a modalidade que mais títulos deu a Portugal.

Fonte: Francisco Gavancho / Cartão Azul

Comentários

  • Carlos Campos [Não autenticado | IP: 89.154.xxx.xxx]: Sem dúvida que a culpa é da federação e das taxas que impõe para realização de jogos, transferências de jogadores e inscrições de atletas. Deve ser das federações mais ricas no mundo só com o dinheiro que tira aos clubes.
    OS clubes não conseguem sobreviver com os adeptos que vão ver os jogos (que cada vez são menos devido às transmissões e os bilhetes mais caros porque os clubes precisam de dinheiro) e não conseguem sobreviver com os poucos patrocínios que arranjam que muitas vezes que nem deslocações conseguem pagar.
    Uma tristeza esta federação que tanto tira e tão pouco dá.

  • Miguel [Não autenticado | IP: 95.95.xxx.xxx]: A grande diferença, a olho nu, será nos jogos da 3ª divisão (330 jogos a menos) e no nacional feminino (102 jogos a menos) que, por falta de verbas dos clubes, deixaram de ter tanta representatividade. Os clubes tinham e, agora terão obrigatoriamente, de deixar de sobreviver à conta dos subsídios municipais. Se não é auto-subsistente, não poderá existir. Claro que podíamos entrar aqui numa discussão sobre verbas mal distribuídas e mal gastas... Mas não é esse o objectivo.

    Cumprimentos

  • Zé António [Não autenticado | IP: 46.126.xxx.xxx]: Não interessa quantidade, interessa isso sim, qualidade. E no que a qualidade diz respeito, o hóquei está a crescer em Portugal. Equipas a serem campeãs apenas nas últimas jornadas, equipas a serem promovidas ou despromovidas nos últimos "suspiros" dos campeonatos. Isto é a qualidade que o hóquei português mostra ao mundo! Depois, tal como referiu o Sr. Miguel (no post acima), perdeu-se quantidade de jogos acima de tudo na 3ª Divisão e no Feminino. Sejamos realistas em relação aos objectivos de uma 3ª Divisão. Interessa ter grande número de jogos quando os atletas não estão muito disponíveis para isso, para depois haver faltas de comparência, jogos em que equipas se apresentam com máximo de 5 jogadores, etc?! Creio que esse não é o caminho. A nível do Feminino, como é sabido temos poucas equipas. Interessa jogarem 1000 vezes sempre contra as mesmas só para aumentar a quantidade de jogos?! Também não me parece...
    O importante é o que continuamos a ver de clubes a trabalharem bem a formação e a apostarem nessas competições. No dia em que as camadas jovens forem afectadas, então aí sim, podemos dizer que o hóquei está a cair. Até lá, não vale a pena andarem diariamente a passar a certidão de óbito ao hóquei porque tal como todos os desportos, o hóquei tem altos e baixos mas sempre continuará!

  • tiago [Não autenticado | IP: 2.83.xxx.xxx]: Pois bem...a qualidade no hoquei está a aumentar?não me parece!! cada vez existem menos clubes e com isso menos jogadores, menos verbas que no total vai dar o fim do hoquei em patins. temos de ser realistas ao ponto de perceber que os clubes de 2º e 3º divisão são importantes para jogadores ex-juniores por exemplo, onde podem ganhar mais experiencia e dar o salto depois, com isso ha mais competição e qualidade no futuro. ai o hoquei não vai morrer, prova disso e a taça de lisboa de seniores no ultimo ano. em relação ás verbas estou totalmente de acordo, como no governo (politica) a federação está a proceder mal, em vez de baixar as taxas de perceber a realidade dos clubes e do hoquei, não se interessa!! por exemplo por que motivo a federação fica com os valores totais das transferencias de jogadores??se podiam ficar com uma percentagem?!talvez mas a grande fatia devia ir para o clube formador ou onde esta o jogador, pois a federação já ganha com as inscrições dos clubes e dos jogadores. têm de se preocupar com realmente o trabalho deles e não em encher os bolsos de dinheiro. viva o hoquei!

Notícias lidas no momento

A carregar...