Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Barcelona junta-se a Vic para final catalã

Barcelona junta-se a Vic para final catalã
O Barcelona garantiu, com um vitória por 5-1 frente ao Breganze, o apuramento para a final da Liga Europeia. Apurado o Vic, Barcelona e Breganze entra...

O Barcelona garantiu, com um vitória por 5-1 frente ao Breganze, o apuramento para a final da Liga Europeia.

Apurado o Vic, Barcelona e Breganze entraram em rinque para uma partida marcada, desde antes do apito inicial até para lá do apito final, pelo incessante apoio dos adeptos do Breganze. Os adeptos da equipa organizadora criaram um ambiente extraordinário, desde o levantar de uma bandeira com as cores do clube – a preencher toda a central - na apresentação das equipas ao arrepiante entoar de “Que sera, sera” quando a desvantagem no marcador já era irrecuperável.

A Curva Hockey Breganze

O espectáculo estava garantido para lá das tabelas e prometia também no terreno de jogo, com brilhantes intervenientes de parte a parte. O jogo começou com equilíbrio, com o guarda-redes do Barcelona, Sergi Fernandez, desde cedo a vincar que dificilmente a bola entraria na sua baliza. Logo aos dois minutos, os blaugrana dispuseram de uma grande penalidade mas Gual desperdiçou perante Gnatta, e o equilíbrio só seria desfeito a seis minutos do intervalo e de forma inesperada. Reinaldo Garcia viu o azul e deixou o Breganze em superioridade numérica. Nesses dois minutos, houve dois golos... para o Barcelona. Em saídas rápidas para o ataque, Pablo Alvarez e Sergi Panadero fizeram os dois golos que davam vantagem à equipa de Ricard Muñoz.

Logo nos minutos iniciais da segunda parte, o Barcelona beneficiou do livre directo a castigar a décima falta contrária e Pablo Alvarez bisou, destroçando – ainda que houvesse muito tempo – as esperanças da equipa de Cabestany.

‘Pablito’ marca o primeiro dos seus dois golos

Os italianos procuraram de todas as formas desfeitear Sergi Fernandez mas o guarda-redes parava tudo e, mesmo no golo que acabaria por surgir, a 10 minutos do final, reclamou-se que a bola não teria entrado. O golo atribuído a Cacau não teve o condão de virar o jogo. Pelo contrário. Menos de dois minutos volvidos, Reinaldo Garcia fez o 4-1 e, já nos cinco derradeiros minutos, Xavi Barroso fez o 5-1.

Com arbitragem dos portugueses Rui Torres e Miguel Guilherme, o jogo – com alguns momentos de tensão entre os jogadores - teve sete azuis, nove livres directos e uma grande penalidade. De bola parada só Pablo Alvarez marcou (na altura o 3-0).

Sergi Fernandez protagonizou uma exibição memorável

Sergi Fernandez e Ricard Muñoz

No final do jogo, Sergi Fernandez apontava já à final, revelando a vontade em mais uma conquista. Ricard Muñoz confessava-se satisfeito por a sua equipa ter cumprido o primeiro objectivo, elogiando a sua equipa por ter sido mais forte em todas as facetas do jogo.

Guillém Cabestany, Sérgio Silva e Jordi Adroher

O Breganze contou na conferência de imprensa com o seu treinador, o capitão e o atacante Jordi Adroher. Cabestany lamentou os dois golos sofridos com um jogador a mais, Sérgio Silva revelou que jogou lesionado. A vontade de ajudar a equipa poder-lhe-á ter custado o resto da temporada.

Sobre o final da conferência de imprensa, o português Sérgio Silva, capitão de equipa do Breganze, quis deixar o reparo à decisão do CERH em utilizar bolas novas nas partidas desta Final Four, numa critica veemente a uma determinação que terá prejudicado o espectáculo e condicionado a acção das equipas.

Final catalã

A última final entre equipas catalãs remonta à temporada de 2009/10, na única final a seis da história da prova, e, curiosamente, também foi disputada entre Vic e Barcelona.

Em Valdagno, foram constituídos dois grupos de três equipas, com o vencedor de cada grupo a apurar-se para a final. No grupo “E” (os grupos da primeira fase foram de “A” a “D”), o Barcelona empatou com o Porto (4-4) mas goleou o Valdagno por 11-3, vencendo o grupo à frente dos dragões por diferença de golos. No grupo “F”, exclusivamente catalão, o Vic venceu o Reus por 4-3 e empatou com o Noia a cinco, acabando por beneficiar da vitória dos “reusences” frente ao Noia.

Vic e Barcelona já decidiram este ano um título: a Taça do Rei

Em 2010, o Barcelona garantiria o seu 19º título, batendo o Vic por 4-1. Essa equipa do Barcelona era treinada por Ferran Pujalte e contava com Mia Ordeig e ainda Carles Grau, que era guarda-redes dos juniores. Todos agora no Vic. Por sua vez, no Vic alinhavam Sergi Fernandez e Marc Torra, agora blaugranas.

Jogos relacionados

FC Barcelona 5 : 1 2 Mai 20h30 H Breganze


Veja esta e outras noticias em: HoqueiPT

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...