Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

RICARDO PEREIRA E O INFANTE: “TUDO PODE ACONTECER”

RICARDO PEREIRA E O INFANTE: “TUDO PODE ACONTECER”
Na 2ª Divisão Nacional – Zona Norte, este sábado o HA Cambra desloca-se ao terreno do Infante Sagres.Numa altura em que se decidirá tudo nas contas pe...

Na 2ª Divisão Nacional – Zona Norte, este sábado o HA Cambra desloca-se ao terreno do Infante Sagres.Numa altura em que se decidirá tudo nas contas pela subida de divisão, as duas equipas chegam a este encontro separadas por cinco pontos, o Cambra lidera com 49 pontos enquanto o Infante Sagres é o 3º classificado.
Na antevisão deste jogo de "cartaz" da jornada 25, o colaborador do Best Hóquei Rui “Morgenstern” falou com o guardião do Cambra Ricardo Pereira que respondeu a algumas questões.
Rui “Morgenstern”: Que antevisão faz do jogo frente ao infante Sagres?
Ricardo Pereira: O próximo jogo contra o Infante é uma final, tudo pode acontecer. Não há favoritos! No entanto o HA Cambra vai querer defender com “unhas e dentes” o primeiro lugar até à última jornada.
RM: A depender só de vocês, faltando apenas 5 jornadas para o final pode-se contar com um Cambra na primeira divisão para a próxima época ou ainda não é o momento exato para se falar em subidas?RP: A nossa vontade é colocar o Cambra de novo na primeira divisão, a história deste clube merece isso! Mas para que esse objectivo seja alcançado teremos de ser muito responsáveis na abordagem a essas últimas cinco partidas. Pensaremos jogo a jogo e no fim logo se verá o que o futuro nos reserva.
RM: Agora, falando um pouco de ti. Actualmente tens estado em grande forma, defendendo muitas bolas paradas e depositando confiança nos teus colegas. Como consegues ganhar esta confiança dos teus colegas e como te vês dentro do plantel?RP: No hóquei sozinho ninguém se supera, ou somos equipa ou então nada funciona, ficamos entregues ao acaso e isso é mau. Portanto, associo os meus bons momentos aos bons momentos da minha equipa! Faço algum trabalho extra somente para me sentir mais forte, sem trabalho, sem sacrifício a probabilidade das coisas correrem mal é maior.
RM: Última pergunta, que mensagem deixas a todos aqueles que te acompanham e torcem pelo Hóquei Académico de Cambra? RP: A mensagem passa por apelar às pessoas que torcem pelo Cambra para estarem do nosso lado nesta fase tão decisiva. É muito importante sentir o apoio que vem de fora, em certos momentos esse apoio pode fazer toda a diferença!

Fonte: Best Hóquei

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...