Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Portugal vence Taça das Nações

Portugal vence Taça das Nações
Portugal conquistou a 66ª edição do Torneio de Montreux / Taça das Nações ao vencer na final a Espanha por 3-2. Este triunfo é o quarto consecutivo, u...

Portugal conquistou a 66ª edição do Torneio de Montreux / Taça das Nações ao vencer na final a Espanha por 3-2. Este triunfo é o quarto consecutivo, um feito inédito para as cores lusas e apenas superado pelos cinco consecutivos de Espanha entre 1999 e 2007.

Depois de uma derrota na fase de grupos num jogo em que teve apenas um golo, a final teve um marcador bem mais animado.

Portugal apostou no rigor táctico, tentando surpreender a Espanha no contra-golpe. E a estratégia deu frutos ainda não estavam decorridos sete minutos. Portugal saiu rápido, conseguindo uma situação de 3x2 e não perdoou, com Hélder Nunes a bater Carles Grau. Foi o primeiro de cinco golos de belo efeito com que esta final presenteou quem acompanhou a partida.

Este foi o 18º triunfo de Portugal na prova. A Espanha tem 17.

A Espanha manteve a pressão e não tardou a chegar à igualdade. Dois minutos e meio após o tento luso, Edu Lamas serviu o seu capitão Toni Perez na direita que, livre de marcação, colocou sob Ângelo Girão.

Igualdade reposta, igualdade desfeita. Mais dois minutos e meio volvidos e foi a vez de Gonçalo Alves brilhar. O atacante entrou pela direita, "bailou" sobre Baliu e, com alguma sorte no ressalto mas sem perder o sentido da bola e da baliza, fez o 2-1.

A equipa de Quim Paüls pressionou em busca do empate mas o empate chegaria sem mais golos e com a vantagem da selecção das quinas.

Na segunda parte, Portugal entregou a iniciativa aos espanhóis, estendendo ao máximo o tempo de ataque e espreitando o contra-ataque apenas na certa, com o suplente Henrique Magalhães a entrar para ter um papel preponderante na fase de contenção do adversário.

Aos oito minutos e meio, Toni Perez, protagonista no lado espanhol, travou Hélder Nunes em falta para azul mas o benjamim da selecção não conseguiu voltar a bater Carles Grau. O capitão da selecção espanhola regressou dois minutos depois ao rinque para voltar a ser protagonista, desta feita pela positiva. Na décima falta portuguesa, colocou com arte a bola sobre Ângelo Girão e restabeleceu a igualdade.

Faltavam pouco mais de oito minutos para jogar mas ainda faltava o ponto de exclamação definitivo na partida e no torneio. Com o jogo partido e oportunidades junto de uma e de outra baliza, João Rodrigues "roubou" a bola sobre a linha do meio campo a Xavi Barroso e arrancou para uma "picadinha" perfeita, a fazer o 3-2 final. Nos dois minutos que ficaram por jogar, não faltou emoção. Mas faltaram golos que alterassem o desfecho.

Itália conquista bronze com golo de ouro

Antes da final da consagração de Portugal, subiram ao rinque Itália e Angola para disputar o terceiro lugar. Os campeões europeus chegaram ao 2-0 e tiveram a partida controlada mas um assomo africano nos últimos dois minutos valeram a igualdade, fruto dos golos de Big e Johe. No prolongamento, decidiu Federico Ambrosio. Depois de já ter apontado o segundo tento transalpino no tempo regulamentar (Marco Pagnini inaugurara o marcador), o italo-argentino apontou o golo de ouro que valeu o bronze a Itália.

Alemanha em quarto, Suíça vence finalmente

Nas restantes partidas do último dia da Taça das Nações ficaram definidos os outros lugares da classificação. À Alemanha bastou um golo para vencer a França e garantir o quinto lugar, enquanto a Suíça venceu a sua primeira partida neste evento e terminou em sétimo. Os helvéticos venceram os também helvéticos do Montreux HC por 3-2 e relegaram assim os anfitriões para o último lugar do torneio.

Jogos relacionados

Portugal 3 : 2 5 Abr 20h00 Espanha


Veja esta e outras noticias em: HoqueiPT

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...