Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

A ansiada final ibérica tornada realidade

A ansiada final ibérica tornada realidade
Portugal venceu Angola por 2-3 e irá defrontar a Espanha na final da 66ª edição do Torneio de Montreux / Taça das Nações. Se o Torneio de Montreux é u...

Portugal venceu Angola por 2-3 e irá defrontar a Espanha na final da 66ª edição do Torneio de Montreux / Taça das Nações.

Se o Torneio de Montreux é uma tradição quase secular no hóquei em patins, uma final entre Portugal e Espanha começa a ser também hábito. E este domingo realiza-se a 10ª consecutiva.

Nas últimas nove finais, todas com duelos ibéricos, Portugal venceu quatro - incluindo as últimas três - e Espanha ganhou cinco.

Os portugueses foram os primeiros a carimbar a presença na final. Mas não foi fácil evitar que Angola conseguisse desde já a sua melhor classificação de sempre.

Na primeira parte, Portugal esteve apático. Viu Johe inaugurar o marcador para os africanos aos sete minutos e pouco fez até ao intervalo para inverter a situação.

A segunda parte foi diferente. A impor um ritmo mais elevado, o conjunto de Luís Sénica desgastou e desorientou o cinco angolano e, em nove minutos, apontou três golos - por Hélder Nunes, Rafa (de livre directo) e João Rodrigues - e ainda desperdiçou uma grande penalidade.

A contenda parecia resolvida mas os angolanos não baixaram os braços. No entanto, Portugal adiou o golo adversário até perto do apito final e, depois do 2-3, novamente por Johe, não houve tempo para mais.

Defesa dá vitória à Espanha

Na outra meia-final, Espanha e Itália proporcionaram um espectáculo em que dominou o acerto defensivo e o medo de errar. Os transalpinos mostraram que a derrota pesada frente a Angola fora estratégica no descanso de um grupo com poucas opções de primeira linha e encostaram a Espanha ao seu último reduto durante largos períodos do jogo.

No entanto, 1994 vai continuar a ser o ano da última presença italiana na final. Depois de um nulo ao intervalo, Cristian Rodriguez e Edu Lamas finalizaram dois contra-ataques e o golo de Giulio Cocco, na recarga a um livre directo, foi insuficiente para levar pelo menos a partida a prolongamento. O guarda-redes Carles Grau - seguramente a garantir a presença no Mundial - foi a figura do encontro.

A final terá lugar a partir das 19h portuguesas e contará com transmissão directa na RTP2. Recorde-se que na fase de grupos, a Espanha bateu Portugal com um golo solitário de Toni Perez.

França goleia, Alemanha vence nos penaltis

Nos outros dois jogos, que definiriam os emparelhamentos para a segunda metade da classificação, duas histórias bem distintas.

A França, com quatro golos de Carlo Di Benedetto, mostrou finalmente a sua melhor face ao bater a frágil Suíça por 5-1. Os gauleses vão agora lutar pelo quinto lugar com a Alemanha.

O apuramento dos germânicos não foi tão simples como o dos "bleus". O Montreux HC voltou a dar boa conta de si e, após uma igualdade a duas bolas no tempo regulamentar e prolongamento, levou o jogo para as grandes penalidades. A Alemanha foi mais feliz e venceu por 2-1 (4-3 no total). Num duelo entre equipas lideradas por Mateo De Ramon, Montreux e Suíça disputam os 7º e 8º lugares.

Jogos relacionados

Angola 2 : 3 4 Abr 18h00 Portugal


Veja esta e outras noticias em: HoqueiPT

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...