Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Todos prontos para a Taça das Nações

Todos prontos para a Taça das Nações
Tem início esta quarta-feira a 66ª edição do prestigiado Torneio de Montreux / Taça das Nações. Portugal parte à conquista do quarto título consecutiv...

Tem início esta quarta-feira a 66ª edição do prestigiado Torneio de Montreux / Taça das Nações.

Portugal parte à conquista do quarto título consecutivo depois de ter triunfado em 2009 com Luís Sénica, em 2011 com Rui Neto e em 2013 com Jorge Lopes. De regresso a Montreux, o seleccionador nacional Luís Sénica reuniu um grupo onde impera a juventude, com todos os jogadores abaixo dos 26 anos. É uma aposta na evolução de jogadores que poderão ser convocados já para o Mundial de La Roche em Junho mas sempre de olhos postos na vitória. Sob orientação de Luís Sénica estarão Ângelo Girão e Pedro Henriques na baliza e Daniel Oliveira, Gonçalo Alves, Hélder Nunes, Henrique Magalhães, João Rodrigues, João Souto, Rafa e Telmo Pinto.

O grupo de Portugal que evoluirá em Montreux

Apesar do título europeu da Itália, a Espanha perfila-se como o maior adversário de Portugal, quiçá a principal favorita à conquista do troféu. Sendo praticamente certas as chamadas do quarteto Gual, Bargalló, Adroher e Gil ao Mundial, Montreux servirá para definir quem os acompanha na defesa do título Mundial, ainda que haja outras figuras que possam almejar à convocatória.

Selva lesionado, Alex Rodriguez chamado

Com uma convocatória constituída apenas por jogadores a evoluir em Espanha, Quim Pauls sofreu um revés nos seus planos com a lesão de "Jepi" Selva. O jogador do Reus - que está no mercado à procura de novo clube - estará parado três a cinco semanas com um dedo partido e não poderá dar o seu contributo.

Ton Baliu

Para o seu lugar foi chamado Àlex Rodriguez, do Voltregà, a protagonizar aos 21 anos uma grande época, já com 23 golos conseguidos na OK Liga. Com Àlex viajaram estarão em Montreux os guarda-redes Carles Grau (Vic) e Elagi Deitg (Igualada) e os jogadores de pista Xavi Barroso (Barcelona), Edu Lamas e Toni Perez (Liceo), Cristian Rodriguez (Vic), Eloi Mitjans e Sergi Miras (Vendrell) e Ton Baliu (Igualada).

Portugal defronta a Espanha no encerramento da fase de grupos, na sexta-feira Santa.

Suíça testa os dois guarda-redes

Portugal vai iniciar a sua participação na Taça das Nações frente à Suíça. Mateo De Ramon - agora com a ajuda do ex-preparador-físico do Barcelona, Ramon Riverola - chamou ao grupo helvético os guarda-redes Tiziano Tatti (RC Biasca) e Guillaume Oberson (Montreux HC) a que se juntam Pascal Kissling (RHC Diessbach), Joshua Imhof e Patrick Greimel (RHC Ur), Marzio Vanina (RSC Uttigen), Andrea Grassi e Camillo Boll (RC Biasca), Jonas Jimenez (Montreux HC) e Raphael Rettenmund (SC Thunerstern).

Pascal Kissling

O guardião Guillaume Oberson, apesar de internacionalizações anteriores, surge na selecção numa troca com o Montreux HC que visa promover a utilização do outro guarda-redes que, em principio, fará parte da selecção que disputará o Mundial, Marcel Greimel (RHC Uri). Recorde-se que o espanhol Mateo De Ramon é também o treinador do Montreux HC, equipa que nesta prova ficará entregue ao seu adjunto.

Alemanha leva Sérgio Pereira

Ao segundo dia de prova, Portugal tem pela frente a Alemanha, agradável surpresa do Europeu de Alcobendas pelo hóquei solto que praticou. Para Montreux, Mark Berenbeck procedeu a algumas alterações, sendo desde logo de notar a ausência do luso-germânico Jorge Fonseca.

Já o outro luso-germânico chamado ao último europeu, Sérgio Pereira, faz parte do lote dos escolhidos por Berenbeck. O jogador do ERG Iserlohn terá a companhia dos colegas Kai Milewski e Patrick Glowka, tendo sido chamados mais dois guardiões para fazerem frente a Glowka: Philip Leyer (RSC Darmstadt) e Jan Kutscha (TuS Düsseldorf-Nord).

A convocatória fica completa com os nomes de André Beckmann (TuS Düsseldorf-Nord), Max Hack (RSC Darmstadt), Nils Hilbertz (HSV Krefeld), Liam Hages e Lucas Karschau (SK Germania Herringen) e Yannick Peinke (IGR Remscheid).

Sérgio Pereira

França só pensa no Mundial

A Federação Francesa tem desenvolvido ao longo desta época um intenso plano de preparação tendo em vista o Mundial que organizará em Junho e Montreux será mais um passo na evolução.

Para este torneio, o seleccionador Fabien Savreux, que há bem pouco tempo esteve em Portugal (à frente do St. Omer, a defrontar o Barcelos na Taça CERS), chamou o seu homem de confiança, o veterano capitão franco-argentino Cirilo Garcia, a que se juntam os guarda-redes Baptiste Bonneau e Xavier Tanguy e os jogadores de pista Sébastien Furstenberger, Wilfried Roux, Rémi Herman, Mathieu Le Roux, Sylvain Lesca, Florent David e Carlo Di Benedetto.

Itália com estatuto de campeã da Europa

Depois de um ano de 2014 memóravel, com os títulos europeus de seniores e sub-17, a "squadra azzurra" de Massimo Mariotti inicia em Montreux a hercúlea tarefa de tentar fazer melhor em 2015.

À Taça das Nações, Mariotti leva meia equipa campeã europeia, com Leonardo Barozzi, Domenico Illuzzi, Federico Ambrosio, Alessandro Verona e Marco Pagnini.

Entre os cinco que tentarão afirmar-se no grupo, a espreitar um lugar no Mundial, estão os jovens Mauro Dal Monte (guarda-redes do Bassano), Giulio Cocco (Breganze), Federico Pagnini (Follonica) e Andrea Malagoli (Lodi) e o mais experiente Samuel Amato (Prato), de origem argentina.

Marco Pagnini e Xavi Barroso podem reeditar duelo do Europeu

Angola quer repetir pódio

Na última edição da Taça das Nações, Angola conseguiu em Montreux um prestigiante terceiro lugar a caminho do Mundial que organizou. No entanto, a participação no evento máximo de selecções acabaria por não ser a desejada e o seleccionador Orlando Graça tenta agora impulsionar as Palancas Negras para outros voos.

Octavi Tarrés, da equipa B do Barcelona, juntar-se-á à equipa técnica dos palancas na preparação para o Mundial como treinador de guarda-redes.

Frustrada a utilização de Francisco Veludo na baliza (cumpriu estágio mas a documentação não ficou pronta a tempo), Hugo Garcia e Paulo Watanga serão os guarda-redes, enquanto como jogadores de pista estarão presentes João Pinto, André Centeno, Filipe Bernardino e Johe (todos da I Divisão portuguesa), Martin Payero e Humberto Mendes ("Big") da OK Liga espanhola, aos quais se juntam os "nacionais" Márcio e Neri.

Johe

Montreux HC, o bom anfitrião

O Montreux HC, habitualmente treinado pelo seleccionador helvético Mateo De Ramon, surge mais uma vez na qualidade de anfitrião e á procura de uma surpresa - difícil de acontecer - na prova.

A equipa vai contar com o guarda-redes Marcel Greimel do RHC Uri, "emprestado" pela selecção para ter mais tempo de jogo. A secundar Marcel Greimel estará Jean-Pierre Vizio, outro possível convocado - esteve em Alcobendas - para o Mundial. Nos jogadores de pista, o Montreux tem uma forte influência hispânica no grupo com Albert Soler, Jorge Marin, Ferran Guimerà, Xabier Urra e Adrian Boo, contando ainda com o francês Jérôme Lafourcade e Gaël Jimenez, Andreas Münger, presenças assíduas nos trabalhos da selecção suíça.

Primeira jornada

O primeiro dia de Montreux será palco dos jogos que colocarão frente-a-frente Portugal e Suíça e ainda Espanha e Alemanha no grupo A, enquanto no grupo B a França defronta Angola e os anfitriões Montreux dão as boas-vindas à campeã europeia Itália.



Veja esta e outras noticias em: HoqueiPT

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...