Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Porto passa em Viana pela margem mínima

Porto passa em Viana pela margem mínima
No jogo grande da jornada, o Porto venceu em Viana pela margem mínima e mantém a perseguição ao líder Benfica. Depois da vitória frente ao Benfica no ...

No jogo grande da jornada, o Porto venceu em Viana pela margem mínima e mantém a perseguição ao líder Benfica.

Depois da vitória frente ao Benfica no domingo e consequente apuramento para a Final Four da Liga Europeia, o Porto entrou bem no jogo de Viana, marcando ainda não estavam cumpridos quatro minutos. Mas dois tiros de muito longe de Francisco Silva viraram o jogo, trazendo alguma intranquilidade ao dragão, orfão de Pedro Moreira. Ainda assim, sobre o final da primeira parte, Rafa restabeleceu a igualdade.

No inicio da etapa complementar, Luís Viana levou a melhor no duelo particular que teve com Edo Bosch e num desvio na área fez o 3-2. Mas a vantagem dos vianenses só durou dois minutos. Vítor Hugo protagonizou uma grande segunda parte e marcou o primeiro de dois golos - virando o jogo para 3-4 - e assistiu Jorge Silva para o 3-5 que deu algum descanso aos dragões. Algum, mas não muito… A nove minutos do final, Diogo Fernandes fez o 4-5 que, mesmo com permanente incerteza, subsistiria até final, valendo três pontos ao Porto.

Vítor Hugo esteve em destaque com dois golos e uma assistência

Benfica também vence

O Benfica tinha uma deslocação complicada a São João da Madeira mas, na ressaca da eliminação europeia, cumpriu. Com João Rodrigues, que tem estado apagado nos últimos jogos, a começar no banco - entraria a meio da primeira parte - os encarnados adiantaram-se aos seis minutos por Carlos Nicolía, num remate forte.

Mas a Sanjoanense não quebrou. Susteve os ataques dos encarnados e Tiago Ferraz aproveitou a entrada, a frio, de Estebán Abalos para entrar como quis na área encarnada e restabelecer a igualdade. E seriam mesmo os pupilos de Vítor Pereira a dispor das melhores oportunidades para se adiantarem, desperdiçando inclusivamente um livre directo nos segundos finais da primeira parte.

Os visitados não aproveitaram e, com o intervalo a ser bom conselheiro, a equipa de Pedro Nunes entrou melhor na segunda parte, voltando à liderança do marcador aos três minutos com um golo de Carlos López.

Pese a boa réplica da equipa da casa, o Benfica dilatou a vantagem e com golos de Valter Neves e Carlos López - este de livre directo - chegou ao 1-4 final.

Carlos López bisou em São João da Madeira

Ninguém desarma na luta pela Liga Europeia

Na luta pela Liga Europeia todos venceram. O Valongo já tinha ganho no sábado nos Carvalhos (2-4) e, esta quarta-feira, Barcelos (4-2 sobre o Turquel), Oliveirense (8-4 aos Tigres) e Sporting (5-8 no Pico) não perderam o "comboio", mantendo-se uma distância de apenas quatro pontos entre o terceiro Valongo e o sexto Sporting.

Aflitos saem todos derrotados

Se os seis primeiros ganharam, conservando-se as distâncias e as esperanças, os cinco últimos registaram todos desaires. Depois das derrotas de Póvoa e Carvalhos no sábado, foi agora a vez de Sanjoanense, Os Tigres e Candelária não pontuarem.



Veja esta e outras noticias em: HoqueiPT

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...