Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

ANÁLISE À 1ª VOLTA DA II DIVISÃO ZONA SUL

ANÁLISE À 1ª VOLTA DA II DIVISÃO ZONA SUL
O S Alenquer B recebeu ontem o BIR no jogo em atraso e que encerrou a 1ª volta da II Sul e que foi dirigido pela dupla Ribatejana Rui Taborda e Luís N...

O S Alenquer B recebeu ontem o BIR no jogo em atraso e que encerrou a 1ª volta da II Sul e que foi dirigido pela dupla Ribatejana Rui Taborda e Luís Nunes que terminou com a vitória da equipa da Vila Presépio por 5-1.

Foto: Pedro Alves - MundoOk.net

Num jogo onde a equipa de Valado dos Frades chegou ao intervalo a vencer por 0-1, seria apenas na 2ª parte que o S Alenquer B confirmaria a vitória com um parcial de 5-0, num jogo que fica marcado também pelo cartão vermelho mostrado a Gonçalo Santos do BIR. Com esta vitória a equipa do S Alenquer B subiu à 11ª posição somando agora 15 pontos, ao passo que o BIR continua na 14ª posição com 9 pontos.

Olhando agora para a tabela classificativa e analisando esta primeira volta, a AE Física D lidera isolado com 34 pontos, mais três pontos que o trio perseguidor constituído por SC Tomar, SL Benfica "B" e HCP Grândola. Quanto às equipas Ribatejanas, o SC Tomar que começou este campeonato com uma derrota no Entroncamento frente ao União, viria a encontrar o caminho certo e à 5ª jornada atingiu a liderança que viria a recuperar na 7ª e 8ª jornada caindo depois até ao 5º lugar recuperando então nas ultimas jornadas até à vice-liderança. No entanto a equipa de Nuno Domingues acaba a primeira volta com 4 derrotas (duas fora e duas em casa), no entanto se as vitórias fora foram algo inesperadas, tanto no Entroncamento como em Nafarros, as derrotas caseiras frente ao HC Sintra e AJ Salesiana não estariam certamente nos planos da equipa Leonina que assim viu voar seis pontos da "sua toca", pontos estes que colocariam o SC Tomar na liderança.

O União FE que começou com o "patim direito" ao vencer o vizinho e rival SC Tomar acabou por fazer uma primeira volta com altos e baixos e os 19 pontos averbados são disso prova, tendo apenas conseguido uma vitória fora do Albano Mateus, propriamente na ultima jornada em Sines. A equipa de Pedro Nobre é também a rainha dos empates tendo empatado no Estoril frente à AJ Salesiana e depois consentindo três empates caseiros frente a UDC Nafarros, Alcobacense CD e AD Oeiras. A equipa da Cidade Ferroviária teve a sua fase negra, numa série de seis jornadas sem conhecer o sabor da vitória. Agora que inicia a 2ª volta na Cidade do Nabão frente ao SC Tomar, a equipa alvi-negra têm tudo para fazer um campeonato tranquilo rumo à manutenção, no entanto "cautela e caldos de galinha" nunca fizeram mal a ninguém, e a zona de despromoção está a oito pontos de distância.

Quanto às equipas sensação desta 1ª volta, pela positiva destaque para o HCP Grândola que está apenas a 4 pontos da liderança e que era apontada como uma equipa a lutar pela manutenção, à imagem do ano passado, no entanto têm provado dentro de rinque que esta época está diferente e para melhor e os 30 pontos conquistados em 14 jogos são disso prova. Ainda pela parte positiva, Jorge Godinho e os "seus meninos" continuam a mostrar trabalho e o 2º lugar a três pontos do líder é disso prova, e apesar de não poderem subir de divisão, vão entrar nas contas dessa decisão.

Pela negativa o Marítimo SC é definitivamente a maior desilusão, a equipa sensação da época passada que terminou na 5ª posição, é agora o lanterna vermelha com 6 pontos e terá de "dar muito ao chinelo" para conseguir a manutenção. Apesar de ter começado a prova sem os dois artilheiros-mor, Carlos Guimarães e Bruno Botelho, os mesmos já regressaram no entanto e os pontos continuam a escassear. BIR uma equipa que nos habituou a estar na "metade de cima" da tabela e que este ano conta com Gonçalo Santos realizou uma 1ª volta para esquecer e continuando com estas "performances" vamos ter a equipa do concelho da Nazaré em "maus lençóis" para se manter na 2ª divisão. Ainda pela região de Leiria o Alcobacense que tem vindo a perder jogadores influentes época após época termina também abaixo da linha de água e terá que ser mais assertivo na 2ª volta para deixar esse lugar incómodo. HC Sintra e AD Oeiras apontados como fortes candidatos à subida fizeram uma primeira volta de altos e baixos e têm a segunda metade da prova para provar que realmente são candidatos de verdade.

Para terminar como começamos e falando do S Alenquer B, a equipa de Diogo Ganchas realizou uma primeira parte do campeonato longe daquilo que é seu apanágio e tem toda a 2ª volta para tentar apagar este mau registo.

Fonte: Francisco Gavancho / Cartão Azul

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...