Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Barcelona vence perante casa cheia

Barcelona vence perante casa cheia
O Barcelona venceu na Luz por 1-3, garantindo o primeiro lugar do grupo A. Perante um pavilhão cheio em que as pessoas que faltavam em algumas cadeira...

O Barcelona venceu na Luz por 1-3, garantindo o primeiro lugar do grupo A.

Perante um pavilhão cheio em que as pessoas que faltavam em algumas cadeiras sobravam nas escadas, o Benfica não tardou a ter uma soberana oportunidade para se adiantar no marcador. Mas João Rodrigues – ao contrário da primeira mão – não conseguiu bater Aitor Egurrola. Estavam decorridos apenas três minutos mas o Barcelona não permitiria muito mais oportunidades soberanas…

E, aos onze minutos, depois de vários remates sobre a meia direita sempre parados por Trabal, Marc Gual adiantou os catalães no marcador. Com o jogo dividido, Carlos Nicolía ainda pediu golo mas os árbitros não consideraram que a bola tivesse ultrapassado a linha de golo e os catalães foram para o intervalo a vencer.

Marc Gual foi decisivo com dois golos

Qualquer que fosse a estratégia que o Benfica trazia para atacar a segunda parte sofreu um duro revés ainda no primeiro minuto. O internacional argentino Pablo Alvarez desbaratou a defensiva encarnada e o também argentino Matías Pascual ampliou para 0-2 num golo genial.

O Benfica procurou reduzir mas sentiu dificuldades em entrar nas zonas mais próximas da baliza à guarda de Aitor Egurrola, apostando Pedro Nunes em Miguel Rocha para surpreender com a sua meia distância. Mas sem resultados. Os blaugrana estavam concentrados na defesa e não caiam no erro quando o Benfica pressionava em toda a pista. Em mais incursão de Marc Gual pela direita, o Barcelona chegou aos três golos de vantagem, com o já experiente jogador catalão a aproveitar-se do posicionamento do seu ex-companheiro no Reus, Trabal.

As equipas ficaram ambas à beira das 10 faltas durante largos minutos, acabando enfim por cair para o lado encarnado. Carlos Nicolía, à segunda, reduziu num remate directo para 1-3. Mais uma vez sem contar com Diogo Rafael, lesionado, mas empurrado pelo inúmero público presente, o Benfica, com Guillém Trabal a jogar muitas vezes em pé como último defesa, procurou o segundo golo mas não logrou reduzir mais a diferença, estando perto num remate de Tiago Rafael ao poste.

Os blaugrana fecharam muito bem os caminhos para a sua baliza

Com este resultado, o Barcelona garantiu o lugar cimeiro do grupo A ainda com uma jornada por jogar, enquanto o Benfica tem praticamente certo um duelo com o FC Porto nos quartos-de-final da Liga Europeia, prometendo dois jogos de muita emoção.

Para os encarnados fica a “vitória” de terem enchido o pavilhão da Luz. A derrota em jogo – a interromper uma série de grandes vitórias das águias - poderá não ter “agarrado” definitivamente os adeptos presentes mas a modalidade poderá ter ganho mais alguns.



Veja esta e outras noticias em: HoqueiPT

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...