Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Benfica entra em 2015 a vencer

Benfica entra em 2015 a vencer
O Benfica entrou da melhor maneira em 2015, vencendo Os Tigres em Almeirim por 2-7 e garantindo a liderança isolado no fecho da primeira volta. Naquel...

O Benfica entrou da melhor maneira em 2015, vencendo Os Tigres em Almeirim por 2-7 e garantindo a liderança isolado no fecho da primeira volta.

Naquele que foi o palco do festejo do último campeonato nacional conquistado pelos encarnados, Tigres e Benfica proporcionaram ao inúmero público presente uma primeira parte com um ritmo muito alto, principalmente se tivermos em conta a pausa natalícia.

Os encarnados adiantaram-se no marcador de grande penalidade aos sete minutos e meio, por João Rodrigues, a castigar falta de João Silva sobre Carlos Lopez. O capitão almeirinense veria o primeiro de dois azuis que, mais tarde e aliada à ausência forçada de Johe, condicionaria a estratégia de Pedro Nifo.

João Rodrigues festeja o tento inaugural.

Os Tigres restabeleceram a igualdade quatro minutos volvidos sobre o tento inaugural, com André Martins a surgir solto e a enganar Guillém Trabal, e iam conseguindo suster a ofensiva encarnada. Mas a seis minutos do intervalo, João Rodrigues – servido por Nicolía - bisou e deu início à “fuga” no marcador. Miguel Rocha ampliou para 1-3 e, já depois de João Silva ver o segundo azul, Valter Neves fez o 1-4 com que se chegou ao intervalo.

André Martins foi treinado por Pedro Nunes no Sintra, tal como Francisco Veludo. Márcio Nunes e Alexandre Andrade passaram pelas mãos do agora treinador encarnado em Paço de Arcos.

O Benfica aproveitou bem a vantagem numérica no fim da primeira parte mas também no início da segunda. E, de meia distância na zona frontal, Miguel Rocha fez o 1-5. Faltavam jogar mais de 23 minutos mas a questão do vencedor estava arrumada. Pouco depois o Benfica chegava mesmo ao 1-6, num contra-ataque de João Rodrigues a selar um “hat trick”, e os encarnados descansaram…

Acusando enfim a pausa natalícia, o Benfica perdeu discernimento e só conseguiu voltar a bater Francisco Veludo no minuto final. Do outro lado, Trabal protagonizava também uma excelente exibição e, entre o desespero de algumas falhas defensivas dos companheiros, consentiria apenas mais um golo, pelo ex-Benfica Rui Gamboa.

Francisco Veludo defendeu dois livres directos de Nicolía.

Com esta vitória, o Benfica fica à espera de um deslize do Porto em Valongo para terminar a primeira volta com uma vantagem superior a três pontos, enquanto Os Tigres continuam em igualdade pontual com os Carvalhos – derrotado à noite em Turquel - na luta pelo último lugar que garante a manutenção.

No final do jogo, Pedro Nunes reconheceu a quebra de ritmo provocada pelas férias de Natal, ao passo que Pedro Nifo apontou a inferioridade numérica no final da primeira parte e inicio da segunda como factor desequilibrador do resultado.



Veja esta e outras noticias em: HoqueiPT

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...