Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

OLIVEIRENSE FOI "RAINHA" EM ALMEIRIM

OLIVEIRENSE FOI
Depois da derrota em terras de Baleeiros no arquipelago dos Açores o HC "Os Tigres" regressou ao Alfredo Bento Calado para receber a Oliveirense pós-c...

Depois da derrota em terras de Baleeiros no arquipelago dos Açores o HC "Os Tigres" regressou ao Alfredo Bento Calado para receber a Oliveirense pós-chicotada psicológica após a saída de Victor Fortunato e a entrada de Tó Silva e a equipa azul e branca acabou por não conseguir aproveitar esta fase de transicção da equipa de Oliveira de Azemeis que foi superior em grande parte do jogo mas que contou com uns "pós de pirlim pim-pim" de alguém que sem patins fez parte do espectáculo quando o jogo roçou o equilibrio.

Foto: Carlos Emidio Martins - Plurisports

A jogar perante o seu publico a equipa de Pedro Nifo entrou melhor e Alex inaugurou o marcador logo nos primeiros instantes da partida finalizando uma jogada bem desenhada. O golo deu alento aos de azul e brancos vestidos e se JoHe desperdiçou o livre directo correspondente ao azul mostrado a Tó Silva, Janeka não desperdiçou "um passe açucarado" e na cara do "keeper" adversário faz o 2-0. Reagiu a Oliveirense e Nelson Pereira reduz para 2-1, para de seguida e no espaço de um minuto o inevitável Gonçalo Alves empatar e de seguida num livre directo correspondente a um cartão azul mostrado a Janeka fazer o 2-3 e colocar a sua equipa na frente do marcador. A equipa da casa sentiu o golo sofrido e saiu à procura do empate que viria a ser conseguido através de JoHe, mas Gonçalo Alves antes do apito da dupla Minhota Rui Tores e Paulo Rainha faz hattrick e desfaz a igualdade.

Intervalo: HC "Os Tigres" 3  -  UD Oliveirense 4 
Com o resultado "preso por um golo" entrou melhor a Oliveirense na etapa complementar e Albert Casanovas aumenta para 3-5 antes da passagem dos primeiros cinco minutos. Volvidos dois minutos JoHe tem no setique a oportunidade de reduzir mas desperdiça um livre directo e a jogar em power-play seria Janeka a fazer o 4-5. Com um golo a separar a divisão de pontos a equipa de Tó Silva por mérito próprio e aproveitando algo que se arrasta há várias épocas (desde que os Tigres subiram pela primeira vez à I Divisão e um certo arbitro do Minho com nome nem do "povo nem do clero" os apita, na Povoa esta época tinha sido a ultima vez o rinque descai sempre um pouco e sempre com o mesmo prejudicado) foi dilatando o score com todo o mérito como foi dito anteriormente, mas levando sempre em conta as condicionantes chegando ao 4-9. O resultado que viria a ser fixado por JoHe já nos ultimos minutos na transformação de um livre directo correspondente à 10ª falta da equipa da Oliveirense.

Final: HC "Os Tigres" 5  -  UD Oliveirense 9

Vitória justa da equipa de Tó Silva que soube dar uma "seticada" na crise e que demonstrou em Almeirim que o lugar que ocupa na tabela classificativa é falso, pois é sem duvida um dos melhores conjuntos da I Divisão no entanto por um resultado algo exagerado, frente a uma equipa dos Tigres que deixou tudo em "pista" e quando tentava chegar-se "à frente" encontrou um velho conhecido apostado em não deixar que isso acontecesse.

HC “Os Tigres” (5): Francisco "Xico" Veludo (gr), Filipe Bernardino, João “Janeka” Silva (2), Alexandre "Alex" Andrade (1 e  Rui Gamboa
Suplentes: João Patricio (gr), André "Kéke´" Martins, João "JoFi" Silva, João “Johe” Vieira (2) e Márcio Nunes
Treinador: Pedro Nifo

UD Oliveirense (9): Xavier Puigui (gr), Albert Casanovas (1), Tó Silva, Diogo Silva (1) e Gonçalves Alves (4)
Suplentes; Diogo Almeida (gr), Nelson Pereira (1), André Azevedo, Martin Montivero (2) e Rúben Pereira
Treinador: Tó Silva

Pode ver o resumo do jogo aqui e as declarações de Pedro Nifo num trabalho da Almeirinense TV

Fonte: Francisco Gavancho / Cartão Azul

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...