Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

1ª FASE DO MUNDIAL SUB-20 AOS OLHOS DE BERNARDO NEVES

1ª FASE DO MUNDIAL SUB-20 AOS OLHOS DE BERNARDO NEVES
A meu ver, estamos perante um Campeonato do Mundo com uma diferença qualitativa abismal entre as seleções, mais ainda do que estamos habituados, tendo...

A meu ver, estamos perante um Campeonato do Mundo com uma diferença qualitativa abismal entre as seleções, mais ainda do que estamos habituados, tendo na minha opinião seis seleções muito fortes, as quatro 'do costume' (Portugal, Espanha, Argentina e Itália), equipas fortíssimas, que dispensam apresentações, quatro candidatas ao título, partindo a seleção espanhola com uma ligeira vantagem teórica, visto ser a campeã em título e pela hegemonia dos últimos anos.
As duas revelações do campeonato são a anfitriã, Colômbia e a seleção do Chile, a primeira com um poder físico muito acima da média e uma qualidade técnica bastante apurada para o que estamos habituados pela parte deles, aliado á garra que os caracteriza e ao factor casa, jogando sempre com o pavilhão a abarrotar e num ambiente sempre complicado para os adversários. No Chile vi uma seleção muito bem organizada que criou grandes problemas à congénere Italiana na fase de grupos, perdendo pela margem mínima (7-6) num jogo disputado até ao último segundo.

Pelo contrário, temos neste campeonato 4 ou 5 equipas bastante débeis, com deficiências enormes de patinagem e sem qualquer cultura técnica ou táctica, o que cria um desnível absurdo para uma competição deste tipo, apesar de compreender que sem elas seria impossível termos uma competição com 17 equipas e tão bem 'composta' como esta. Mas é uma situação que dá aso a coisas como um apelo pela parte do Comité Internacional de Hóquei Patins, para que as seleções mais fortes tenham fair-play e atenção para não 'massacrar' as seleções mais frágeis, situação que, a meu ver, e apesar de compreender, acho algo controversa visto o tipo de competição que é, um campeonato do mundo!

Foto: Site Oficial Colômbia 2013

Mas falando agora do que realmente é importante, na nossa seleção, cumprimos o esperado com três vitórias nos respectivos três jogos, dois eles em jeito de passeio, contra seleções mais frágeis (África do Sul e Israel) e o terceiro contra a congénere Angolana, uma equipa com uma maior organização, e com elementos mais evoluídos tecnicamente, alguns deles jogadores de equipas portuguesas, teste que os nossos miúdos passaram com distinção com uma vitória por 7-2, alcançando assim o primeiro lugar do grupo B.

Chegámos á derradeira fase, o 'mata-mata', e já nos quartos-de-final espera-nos a tal surpreendente seleção Colombiana, com um pavilhão a 'rebentar pelas costuras' e a gritar contra nós. Mesmo esperando uma grande equipa pela frente e um ambiente hostil, acredito nos nossos miúdos e tenho a certeza que passaremos mais este difícil teste.

Passo a passo rumo ao título, EU ACREDITO !!

Bernardo Neves

Fonte: Francisco Gavancho / Cartão Azul

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...