Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Paço de Arcos surpreende em Oliveira de Azeméis

Paço de Arcos surpreende em Oliveira de Azeméis
O Paço de Arcos surpreendeu em Oliveira de Azeméis, ao empatar com a Oliveirense, depois de ter estado a perder por dois golos

A equipa do Clube Desportivo Paço de Arcos surpreendeu, em pleno Pavilhão Dr Salvador Machado, a União Desportiva Oliveirense: as duas equipas empataram (3-3), mas a equipa "da linha" festejou este resultado como se de uma vitória se tratasse.
A equipa agora orientada por Pedro Nunes esteve sempre em desvantagem no marcador: os jovens internacionais Gonçalo Alves e Miguel Rocha marcaram dois golos num minuto, aproveitando dois erros defensivos do Paço de Arcos.
Pouco antes do intervalo, o internacional por Angola, João Vieira "JoHe" falhou, de forma "escandalosa" um livre direto, mas redimiu-se logo depois, ao bater Domingos Pinho e fazer o 2-1.
Com este resultado favorável à Oliveirense, as duas equipas recolheram aos balneários.

No segundo tempo, os técnicos Nuno Resende e Pedro Nunes fizeram algumas alterações, fazendo alinhar respetivamente "Chico" Silva e André Moreira, que estiveram a aquecer durante o intervalo.  
Neste início do segundo tempo, a Oliveirense conseguiu alargar a vantagem, graças a um golo de livre direto, concretizado por Gonçalo Alves (3-1).
Até ao final do jogo, a Oliveirense mostrou-se superior em praticamente tudo, menos na concentração e na eficácia ofensiva: Carlos Silva esteve em bom plano, ao defender os diversos remates dos jogadores da equipa da casa, ora na meia-distância, ora nos desvios tentados, bem perto da baliza.

O "homem do jogo" apareceu neste contexto, de falta de eficácia da Oliveirense: Carlos Martins "Carlitos" pediu calma aos companheiros de equipa e deu o exemplo: apesar de contestar algumas decisões da dupla de arbitragem (José Monteiro / José Pinto), mostrou-se concentrado na baliza de Domingos Pinho.
"Mingos" defendeu um livre direto cobrado por "JoHe", e esteve sempre atento aos remates efetuados pelo internacional por Angola, mas não conseguiu parar os dois "tiros" de Carlitos: o Paço de Arcos reduziu para 3-2 aos 19min do segundo tempo (mau passe de um jogador da Oliveirense) e empatou aos 23min, graças a um remate de longe.

Este resultado pode ser considerado "surpreendente", tendo em conta o domínio conseguido pela Oliveirense mas serve, essencialmente, para provar que o atual quarto lugar do Paço de Arcos não é, de todo, fruto do acaso.

Comentários

  • jose Manuel Mariano Ramos [Não autenticado | IP: 89.181.xxx.xxx]: Acaso seguramente que não, Porto 4-4, Benfica 1-1, Oliveirense 3-3, todos fora a sorte não acontece tantas vezes, só que não quer ver.

    Força PA

  • Carlos Alberto Silva-Paço Arcos [Não autenticado | IP: 85.241.xxx.xxx]: Com este resultado contem com o PA para o titulo, espetaculo.
    PARABENS

  • Miguel Simões [Não autenticado | IP: 85.242.xxx.xxx]: Injusto esta forma de escrever...

  • Albert Pinheiro [Não autenticado | IP: 82.154.xxx.xxx]: As pessoas não se podem esquecer que nesta equipa do Paço de Arcos militam jogadores com provas dadas no hóquei nacional.Acrescento ainda que são treinados por um homem com grandes conhecimentos técnicos da modalidade,Pedro Nunes.Não me admiro,portanto,e desejo boa sorte ao PA para o resto do Campeonato.

  • Nelson Alves: Caro Miguel Simões, porque acha "injusta" a forma em que está escrito este texto?

    Não se esqueça que, "caso" eu (Nelson Alves, você conhece!) não tivesse visto o jogo, NINGUÉM tería escrito uma linha sobre esta excelente exibição da sua equipa...

  • JOSE RAMOS [Não autenticado | IP: 89.181.xxx.xxx]: Estimado Nelson Alves,
    Efectivamente é verdade contamos consigo para que nos passe a sua opinião sobre o jogo, da nossa equipa há muito que sigo os seus comentários ás partidas, este que ainda tive a oportunidade de ouvir na radio lamentavelmente não passou em directo na web, mas há uns anos nem nada, apenas os resultados no dia seguinte com sorte, mas também não me parece justo que quem assistiu à partida não possa opinar sobre as sua declarações, obviamente que tal como o Simões temos visão parcial é inevitável somos do CDPA não há volta a dar, nunca serei imparcial 100%, para ele provavelmente o resultado é justo não foi sorte, provavelmente merecia-mos o resultado ou quem sabe algo mais, não somos todos iguais cada um tem a sua opinião, quem escreve esta sujeito a criticas, mas acima de tudo louvar quem promove a modalidade e faz trabalho jornalístico tão bem como o Nelson Alves, A mais bela modalidade do mundo agradece-
    Um abraço e que o CDPA vença o Barcelos.
    José Ramos

Notícias lidas no momento

A carregar...