Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Candelária vence em Gulpilhares

Candelária vence em Gulpilhares
A equipa açoreana do Candelária venceu, esta noite, em Gulpilhares: sem deslumbrar, mas com muita eficácia e... sem Carlos Dantas no banco

Assistiu-se esta tarde / noite a um jogo equilibrado, no Pavilhão Municipal de Gulpilhares (Vila Nova de Gaia), entre a equipa da Associação de Cultura e Recreio de Gulpilhares e a equipa açoreana do Candelária Sport Clube.
Apesar de a equipa insular ser considerada favorita - tendo estado sempre na frente do marcador - os gulpilharenses bateram sempre o patim, dando à partida alguma emoção até bem perto do apito final.

A cada golo açoreano, a equipa da casa respondia com o empate, chegando ao intervalo com uma vantagem de 3-4 para o Candelária. O ritmo de jogo era muito bom, quase sem paragens, tendo sido assinala apenas uma falta coletiva a cada equipa.

No segundo tempo, o ritmo de jogo baixou, aumentando o número de faltas e cartões: apesar de nenhuma equipa ter atingido a décima falta (9-3 no fim da partida), três jogadores viram cartão azul, tendo sido marcados os respetivos livres diretos.
Depois de Tiago Resende ter marcado o 3-5 (azul a Viti, por falta sobre Mauro), o mesmo Viti falhou na cobrança de um livre direto (azul para Mauro) que, a ter sucesso, poderia ter dado outro rumo aos acontecimentos.
A 2 min do fim, Fred Saraiva converteu um livre direto que castigava uma falta de Suíssas, estabelecendo assim o resultado final em 4-6.

Num jogo fácil de arbitrar, com os jogadores a preferir quase sempre disputar a bola, a dupla de juizes teve nota positiva.


Por fim, referir que, neste encontro, Carlos Dantas, que colocou o seu lugar à disposição da direcção do clube açoreano, já não orientou a equipa, tendo Luís Garcia assumido as funções de técnico principal. Gonçalo Suíssas (2 golos) foi o jogador que mais se destacou, num Candelária forte, composto por um grupo coeso de jogadores experientes e com muito valor. Apesar de os resultados não estarem a ser os melhores, acreditamos que estarão nos lugares cimeiros no final do campeonato.
O Gulpilhares tem uma equipa praticamente toda renovada, com jogadores que têm alguns anos de Primeira Divisão. Tó Rocha terá uma tarefa dificil na luta pela manutenção, até devido às dificuldades financeiras que o clube atravessa, mas há que ter esperança neste grupo de hoquistas.

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...