Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Oliveirense e Valongo, num espetáculo... empatado

Oliveirense e Valongo, num espetáculo... empatado
A União Desportiva Oliveirense empatou, no Sábado, com a Associação Desportiva de Valongo

O Pavilhão Dr Salvador Machado recebeu, na noite de Sábado, o “jogo grande” desta jornada do Campeonato Nacional da Primeira Divisão de Hóquei em Patins: a União Desportiva Oliveirense recebeu a Associação Desportiva de Valongo, tendo o resultado final sido um empate (1-1), resultado já feito no primeiro tempo.
O jogo foi sempre muito equilibrado, apesar do domínio, no ataque, ter pertencido à Oliveirense: Girão esteve igual a si mesmo, defendo o possível e... o impossível, dando confiança à equipa, nas saídas para contra-ataque. O único golo que o guardião valonguense consentiu, era mesmo impossível de defender: Tó Silva armou a sticada desde a zona das antigas cruzes e rematou a meia-distância, aproveitando um buraco na defesa do Valongo. A bola entrou “na gaveta”, dando justiça ao marcador e animando a equipa de Oliveira de Azeméis.
Antes, porém, o Valongo já tinha inaugurado o marcador, através de uma jogada de contra-ataque, com “Poka” a desfeitear Domingos Pinho.
Ao longo da partida, as duas equipas beneficiaram de dois penalties e dois livres diretos (10ª falta) cada uma; Em todos os casos, Domingos Pinho e André Girão foram “enormes”, negando o golo a Tó Silva por duas vezes (UDO), e a Hugo Azevedo e João Souto (ADV).  


A arbitragem foi na maior parte das vezes boa, mas em alguns “detalhes” que podem fazer a diferença, as decisões pesaram mais vezes a favor da equipa da casa. No final do jogo, foram assinaladas 13 faltas de equipa à Oliveirense, contra 14 do Valongo.

As duas equipas apresentaram-se “desfalcadas”, devido à convocatória de vários atletas das duas equipas para a selecção nacional de sub-20; No entanto, tendo Nuno Resende sido “obrigado” a voltar a calçar os patins, este deve sentir-se orgulhoso pela união e empenho dos seus colegas / pupilos, uma vez que, quando a Oliveirense puder contar com o seu plantel a 100%, poderá criar muitos estragos...
De parabéns está também a Associação Desportiva de Valongo, que poderá vir a ser a grande surpresa do campeonato, com vários jogadores internacionais nas camadas jovens, a reforçar um “núcleo” de jogadores aguerridos e experientes, que jogam em Valongo há alguns anos.

Comentários

  • carlos [Não autenticado | IP: 188.251.xxx.xxx]: foi uma pouca vergonha este jogo, considero mesmo um atentado ao hóquei em portugal. não pelo hóquei praticado pelas duas equipas, mas sim pelo preço do bilhete para os não sócios e pela arbitragem realizada. cobrar 10€ por um bilhete nos tempos que correm é gozar com as pessoas que se tem que deslocar mais de 60 km para ir ver o jogo e depois queixam-se que tem os pavilhões vazios. Os dirigentes da equipa da casa deviam de pensar que este jogo era a final da liga dos campeões, só pode.
    Já para não falar da arbitragem, onde o arbitro mais mafioso de portugal continua a passear pelos pavilhões de portugal a dar pontos às equipas que bem lhe apetece e ninguém faz nada. depois vem fazer declarações a dizer que o hóquei esta a regredir em portugal e que todas as outras modalidades cada vez tem mais praticantes. enquanto o lixo todo que existe no topo do hóquei não for limpo, a modalidade vai sempre sofrer as consequências.

  • Pedro Sousa [Não autenticado | IP: 178.166.xxx.xxx]: De lamentar a atitude da direcção da UD Oliveirense em colocar à venda bilhetes ao preço que foram colocados no passado sábado. 10€ para ver um jogo de hóquei a contar para o campeonato nacional???!!! Nem no campeonato da Europa realizado em Portugal tivemos preços destes, mas enfim é a realidade do hóquei que vivemos e os clubes aproveitam-se destas alturas em que sabem que vão ter muitos adeptos do clube adversário para se aproveitarem e colocarem os preços dos bilhetes tão elevados. Estas atitudes em nada dignificam o hóquei português e só fazem com que os pavilhões por esse país fora acabem por ficar como estão, cada vez mais vazios. Se querem divulgar e promover esta modalidade tem de haver alguma consciência dos tempos difíceis que vivemos e as entradas têm de ser a preços acessíveis.

  • PCOELHO [Não autenticado | IP: 194.65.xxx.xxx]: Pode ser que saia o tiro pela culatra, provavelmente os adeptos de outros clubes vão pensar 3 ou 4 vezes antes de viajar para Oliveir a de Azemeis...

Notícias lidas no momento

A carregar...