Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Inter-Regiões 2012: Aveiro vence Setubal

Inter-Regiões 2012: Aveiro vence Setubal
A AP Aveiro venceu a seleção de Setubal no 16º Jogo - Inter-Regiões Estoril 2012.

16º Jogo - Inter-Regiões Estoril 2012

A.P. Aveiro 3 – A.P. Setúbal 1

Pavilhão da Juventude Salesiana: 13h; 143 pessoas, 16 graus, céu cinzento mas boa temperatura

APA: 1 – Bernardo Moreira, 2 – Pedro Coelho, 3 – Jorge Almeida, 4 – Tiago Almeida (sub-cap.), 5 – Manuel Coimbra ©, 6 – Sérgio Soares, 7 – André Ventura, 8 – João Cruz, 9 – Luís Pinheiro e 10 – Tiago Rodrigues
APA Treinador: Filipe Rosmaninho
APS: 1 - Igor Afonso,2 - Iago Torres, 3 - Filipe Nabais,4 - Mário Canas,5 - José Bernardo, 6 – João Soares, 7 – Bruno Bernardo, 8 – Tiago Saraiva ©, 9 – João Rosa (sub-cap) e 10 – Rúben Cruz
APS Treinador: Hilário Tomás

Árbitros: Jorge Carmona, Júlio Teixeira e Jerónimo Moura

Jogo importante de onde sairia a decisão do segundo lugar do grupo. Equipas muito iguais mas foram os aveirenses através de Manuel Coimbra que fizeram o 1-0 a 1m32 após o apito inicial. De seguida, Manuel, saiu magoado. O Setúbal acusou o golo e balanceou-se no ataque apesar de alguma dificuldade na concretização.

João Cruz fez o 2-0 a 5m03 do fim da primeira parte e deu uma machadada no ímpeto setubalense, que não teve argumentos para fazer parar a agressividade da A.P. Aveiro que estava motivada e balanceada no ataque depois do segundo golo.

Igor Afonso levou azul e originou penalidade contra o Setúbal que Sérgio Afonso desperdiçou, perdendo assim a oportunidade de ir para o intervalo com o marcador mais confortável.

O intervalo chegou com os aveirenses mais descansados no marcador e os setubalenses preocupados em chegar ao golo para poderem sonhar com a recuperação.

O equilíbrio foi a nota dominante no recomeço com Aveiro a tentar dilatar o resultado e o Setúbal a fazer tudo para contrariar o maior poder ofensivo do adversário que podia ter marcado logo de início. Mas, só passados 5m é que o conseguiu através de Jorge Almeida, que fez o 3-0.

O Setúbal foi muito combativo conseguindo assim chegar ao golo de honra através de Filipe Nabais que fez o 3-1, dando uma maior verdade ao jogo.

Uma partida em que a superioridade aveirense foi notória mas os setubalenses venderam cara a derrota. Foi um jogo muito interessante de acompanhar.

O melhor da A.P. Aveiro: Jorge Almeida. Foi o pêndulo da sua equipa, defendendo bem e com atenção e atacando com subtileza. É um jogador maduro
O melhor da A.P. Setúbal: Iago Torres. Foi o mais inconformado dos setubalenses e aquele que melhor prestação teve ao longo de toda a partida nunca se dando por vencido.

A equipa de arbitragem esteve muito bem, atenta e tecnicamente impecável, sem casos. Pequenos atritos, mas nada de especial, entre jogadores passaram despercebidos. Por vezes, há que saber usar a pedagogia nestes escalões. Um jogo complicado de arbitrar devido à grande disputa de um lugar ao sol na tabela. Nota 18.

Texto: AP Lisboa

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...