Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Inter Regiões 2012 - AP Minho vence pela margem mínima

Inter Regiões 2012 - AP Minho vence pela margem mínima
A AP Minho venceu a AP Coimbra no 13º Jogo do Inter-Regiões Estoril 2012.

Um começo com um ritmo muito agradável para esta hora da manhã, onde ambas as equipas procuravam marcar, com ataques sucessivos de parte a parte. Os minhotos mais tímidos e os coimbrenses mais atrevidos com ambos os guarda-redes a serem chamados a realizar intervenções mais destemidas.

Assim se foi para o intervalo com um nulo no marcador que penalizava a inoperância atacante de ambas as equipas, um castigo merecido.

No recomeço, o Minho foi mais atrevido e chegou mais de perto da baliza de Bárbara. Depois de uma bola ao poste veio a usufruir de uma penalidade que converteu por Vítor Braga. Estava feito o 1-0.

Com o golo, o jogo ganhou outro ânimo, Coimbra achou-se injustiçada e veio para a frente à procura do empate, abrindo o jogo e permitindo assim maior perigo junto da sua baliza. Como fruto de precisar de arriscar para procurar o empate.

Coimbra acusou um pouco o golo sofrido e o Minho aproveitou essa quebra para ser mais agressivo no ataque, nunca desacelerando. O problema foi que teve pela frente a equipa dos “estudantes” dispostos a não baixar os braços, dando sempre muita luta e procurando sempre o empate.

Na verdade, o resultado ajusta-se porque o Minho pressionou mais e teve mais oportunidades de golo, mas se o resultado fosse um empate não escandalizava ninguém e seria um prémio justo para os coimbrenses que foram muito aguerridos e trabalhadores.

Jogo mexido.

O Minho tem deixado uma imagem de que pode e deve fazer melhor, uma equipa muito lenta e muito previsível. Por outro lado, Coimbra tem mostrado muita raça e grande espírito competitivo.

O melhor da A.P. Minho: Miguel Catarino. Merece esta nomeação porque hoje foi mais jogador, mais sóbrio, fez menos teatro e trabalhou mais para o coletivo.
O melhor da A.P. Coimbra: Bárbara Serpa. Esteve segura como o habitual, que senhora guarda-redes, pena é que vá deixar a competição masculina. Ela foi a principal culpada da boa exibição da sua equipa, esteve perfeita.

A equipa de arbitragem foi exemplar, ficamos na dúvida da penalidade que dita o resultado. Nota 18.

13º Jogo – Inter-Regiões Estoril

A.P. Minho 1 – A.P. Coimbra 0
Pavilhão da Juventude Salesiana: 10h; 56 pessoas, 13 graus, poucas nuvens e bom tempo.

APM: Luís Costa, 2 – Serafim Silva, 3 – Guilherme Ferreira, 4 – Miguel Catarino (sub-cap.), 5 – Gonçalo Ferreira, 6 – Vítor Braga, 7 – Carlos Loureiro; 8 – Pedro Silva, 9 – Afonso Lima e 10 – Bruno Guia
Treinador: Luís Silva
APC: 1 – Manuel Couceiro, 2 – Francisco Paulo ©, 3 – Renato Oliveira, 4 – Pedro picado, 5 – Gonçalo flores, 6 – André Matos, 7 – Marcelo André, 8 - Bruno Caniceiro, 9 – Alexandre Baptista e Bárbara Serpa
Treinador: Diogo Branturas

Árbitros: Miguel Guilherme, Jerónimo Moura e António Santos

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...