Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Botelho processa João Pinto

Botelho processa João Pinto
O director do HC Braga Luís Botelho afirma ter avançado com uma queixa para o Ministério Público após alegadamente ter sido ameaçado de morte pelo jogador da Académica de Espinho devido a uma agressão após o jogo. João Pinto nega acusações.

Luís Botelho, director do HC Braga, disse ao nosso jornal já ter avançado com uma queixa para o Ministério Público na sequência dos confrontos que tiveram lugar depois do jogo que os minhotos realizaram em casa com a Ac. Espinho, no último dia 7.

No final do encontro, já quando os visitantes faziam exercícios de aquecimento, gerou-se grande agitação no recinto, com jogadores, dirigentes, adeptos, e até um polícia, envolvidos na confusão. João Pinto, jogador da Ac. Espinho, terá sido agredido a soco – partiu um dente.

O dirigente do HC Braga diz que foi ameaçado de morte por João Pinto. "Felizmente temos imagens gravadas. O João Pinto começou a cuspir em cima dos adeptos e, ainda não satisfeito, virou-se para o camarote e ameaçou-me, dizendo que me ia dar um tiro. No corredor de acesso aos balneários agrediu um dirigente do HC Braga. Depois foi ao balneário, trocou os patins pelas sapatilhas e à frente da nossa equipa de Infantis começou a ameaçar-me, dizendo que me ia matar com um tiro na cabeça", explica Luís Botelho, acrescentando: "Eu estava sentado no banco de suplentes (ele estava com o André Centeno), quando os jogadores do HC Braga entraram para fazer alongamentos. Gerou-se uma confusão com o João Pinto e quando fui para separá-los tenho a ideia que lhe terei dado uma cotovelada ao afastá-lo de um jogador do HC Braga que ele se preparava para agredir. Porém, também levei um pontapé e um murro do Realista treinador da Ac. Espinho. O João Pinto continuou a ameaçar-me e por isso apresentei na semana passada queixa ao Ministério Público".

Resposta
Contactado pelo "Record", João Pinto conta outra versão. "Isso é completamente mentira. Tenho como testemunhas o André Centeno, o seleccionador de Angola, Orlando Graça, além do Comissário da PSP de Braga. Não recebi qualquer notificação, mas gostava de ver as imagens, pois assim provava-se quem está a falar a verdade. Ele é que será notificado por aquilo que fez". Já o treinador Carlos Realista não quis fazer comentários.

H.F e M-LA / Record / Foto: HoqueiMinhoto

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...