Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Pavilhão do Sobreira assaltado

Pavilhão do Sobreira assaltado
Depois de já terem roubado sticks, parte de uma aparelhagem sonora e torneiras desta vez roubaram as portas dos balneários. Sem ter os meios necessários para proteger as instalações, o que roubarão numa próxima vez?

Primeiro foram sticks e parte de uma aparelhagem sonora, depois torneiras e agora foram as portas dos balneários. Tudo isto foi furtado de um pavilhão gimnodesportivo durante as últimas semanas e está a causar grande preocupação na direcção da Casa do Povo de Sobreira, em Paredes, que não sabe o que fazer para parar com a onda de assaltos.


Já tinham roubado sticks e torneiras

Utilizado para a prática de hóquei em patins e de futsal, este pavilhão foi assaltado pela última vez na madrugada desta segunda-feira. “Os indivíduos terão entrado por uma das portas e, durante a noite, levaram as portas de alumínio dos balneários e de uma casa de banho. Depois saíram e fecharam novamente a porta”, descreveu um director da instituição.

O furto só foi descoberto de manhã, quando uma colaboradora da Casa do Povo de Sobreira abriu o pavilhão.

Esta não foi a primeira vez que este equipamento desportivo foi assaltado. Ao longo dos últimos meses, o local tem sido várias vezes invadido, sempre durante a noite. Da primeira vez, os ladrões levaram um leitor de DVD e algumas colunas de som, enquanto da segunda vez foram os sticks utilizados pelos jogadores das equipas de formação a serem furtados.

Já depois disso, os assaltantes voltaram a invadir o pavilhão Ernesto Silva para roubar algumas torneiras colocadas nos balneários e, agora, foram novamente os balneários o principal alvo.

A coberto da noite, os ladrões entraram tiraram as portas de alumínio e saíram por um local que ninguém conseguir perceber qual foi.

“Não temos meios para proteger as instalações e tememos que estes assaltos continuem. Se isso acontecer, causará grandes transtornos, uma vez que o dinheiro já é pouco para fazer face aos compromissos regulares”, referiu o responsável da Casa do Povo de Sobreira.

 Fonte: VerdadeiroOlhar

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...