Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Espinho vence Tigres de Almeirim

Espinho vence Tigres de Almeirim
AA Espinho venceu o Tigres de Almeirim no jogo referente à 9ª jornada do campeonato nacional da primeira divisão de hóquei em patins

Noite fria na Costa Verde para receber a equipa que viajou desde a Capital da Sopa da Pedra rumo a Espinho com a intenção de se manter na senda das vitórias, ciente no entanto das dificuldades que iria encontrar frente ao AA Espinho.

André Azevedo, Luís Querido, Carlitos, Diogo Lã e Gonçalo Favinha foi o cinco inicial escolhido por Nelson Lourenço. A equipa da casa como lhe competia entrou a pressionar e a remeter a equipa de Almeirim para o seu meio rinque, e à passagem dos 5' André Pinto inaugurava o marcador para a equipa da casa. A Académica de Espinho continuava a dominar e chegou aos 2-0 aos 10' por intermédio de Miguel Sousa com André Azevedo a ficar mal na fotografia à imagem do 1º golo. Os Tigres a pouco e pouco iam "sacudindo" a pressão e ganhando algum ascendente. O intervalo chegaria sem que o marcador funcionasse novamente e as equipas recolheram aos balneários para o merecido descanso.


Intervalo: AA Espinho 2  -  HC "Os Tigres" 0

A 2ª parte a equipa dos Tigres, com André Azevedo na baliza, Pedro Vaz, Luís Querido, Carlos Trindade e Diogo Lã, começou a dominar o jogo e a chegar com perigo à baliza adversária e num desse lances Carlos Trindade reduz para 2-1. A equipa de Almeirim estava na sua melhor fase do jogo, trocando bem a bola e obrigando a AA Espinho a errar, e já com João Beja em pista, o mesmo faria o empate 2-2 estavam decorridos 9' da 2ª parte. Os Tigres continuavam a ser nesta fase do jogo a melhor equipa e seria Diogo Lã a consumar a reviravolta (2-3) aos 15’ da 2ª parte na marcação de um livre directo. A equipa da casa corria agora atrás do prejuízo, mas as suas intenções esbarravam na bem organizada defesa azul e branca. Com cerca de 5’ para jogar Nelson Lourenço decide colocar em pista Carlitos e Favinha, jogando assim com a experiência destes jogadores para segurar a “magra” vantagem que dispunha, mas a opção veio a revelar-se pouco acertada, e a AA Espinho nesses 5’ minutos que faltava aproveitou para dar a volta ao marcador aproveitando o desacerto na equipa adversária que até aí tinha estado “certinha”. André Pinto aos 23’ e Carlos Saraiva a 23’’ do final faziam o 4-3 final e conquistavam os 3 pontos para os Academistas da Costa Verde.


Resultado Final: AA Espinho 4  -  HC "Os Tigres" 3

Derrota de sabor amargo para a equipa de Almeirim, que pelo que fez na 2ª parte merecia pelo menos sair de Espinho com um ponto na algibeira, no entanto provou ter condições para se manter entre os grandes do hóquei português, apesar de ter como cartão-de-visita a derrota em Riba d’Ave que não abona em seu favor.

Sinal mais: Para os primeiros 20' da 2ª parte, embora tenha de se levar em conta que cada parte tem 25' e não se pode dar minutos "de borla" ao adversário. Mais uma vez para os "Ultras Almeirim" incansáveis no apoio aos seus Tigres.


Sinal menos: Para uma ou outra decisão técnica/táctica de Nelson Lourenço que levou ao desacerto da equipa, quando a mesma estava a jogar bem e permitiu ao adversário a criação de jogadas de perigo e a obtenção de golos. André Azevedo no sábado foi uma sombra do que realmente vale não dando a segurança habitual e não desequilibrando, Carlitos e Favinha dois dos mais experientes do plantel foram os “elos mais fracos” da equipa azul e branca de Almeirim

Crónica: José João PC em Cartão Azul
Fotos: Manuel Alberto

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...