Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Mundial San Juan 2011

Selecção Portuguesa fica «a pé»

Selecção Portuguesa fica «a pé»
A sorte não quer nada com a Seleção Nacional de hóquei em patins. Depois do desaire, na véspera, no Torneio Joan Sabater diante do Chile, os pupilos d...

A sorte não quer nada com a Seleção Nacional de hóquei em patins. Depois do desaire, na véspera, no Torneio Joan Sabater diante do Chile, os pupilos de Rui Neto viveram uma verdadeira aventura na viagem para San Juan, cidade que acolhe o Mundial.

Uma viagem que deveria demorar cerca de oito horas foi feita em mais de 14, com muitas peripécias pelo meio. A primeira delas surgiu ao final da primeira hora, com uma das malas do capitão Reinaldo Ventura a cair da zona da bagagem do autocarro. Recuperada momentos depois, a comitiva prosseguiu a viagem normalmente... por mais meia hora.

Durante a subida até à fronteira com a Argentina, a mais de 3 mil metros de altitude, começou a sentir-se um intenso cheiro a fumo no autocarro português, obrigando a nova paragem. Com o veículo em evidentes más condições, foi feita uma mudança de autocarro, para aquele que transportava a seleção chilena, que havia partido de Santiago meia hora depois.

Resolvidos os dois primeiros problemas, os portugueses tiveram de esperar quase três horas para passar o controlo fronteiriço entre o Chile e a Argentina.
Os jogadores nacionais não deram o tempo por perdido e aproveitaram o momento para se divertirem com a muita neve que havia naquele local.

Ultrapassado o posto de fronteira, seguiram-se mais seis horas de viagem até San Juan, onde a equipa portuguesa chegou por volta das 22H30 locais (2H30 de Lisboa).


Fábio Lima - Record

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...