Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Caio «Mostrámos que Portugal está vivo»

Caio «Mostrámos que Portugal está vivo»
Caio foi um dos grandes protagonistas da vitória de Portugal no Torneio de Montreux: sobressaiu com sete golos, o que lhe permitiu ser o melhor marcador...

(Foto: Gordon Morrison | Fonte: FPP)
Caio foi um dos grandes protagonistas da vitória de Portugal no Torneio de Montreux: sobressaiu com sete golos, o que lhe permitiu ser o melhor marcador da Selecção Nacional, ao lado de Vítor Hugo, e foi considerado o melhor jogador desta histórica competição, comemorativa do centenário do clube organizador.

«O golo que marquei na final foi um dos mais importantes da minha carreira e tem significado, porque garantimos a vitória no jogo. Este triunfo deu-nos um grande gozo, porque mostrámos que Portugal está vivo e ficamos com mais confiança para disputarmos o campeonato do mundo. Éramos os principais candidatos, perante Espanha e Argentina, que não levaram alguns dos melhores jogadores, e cumprimos o que nos foi pedido», afirma Caio, em declarações ao «site» da Federação de Patinagem de Portugal.

Caio valoriza o colectivo de Portugal, mas destaca, também, Vítor Hugo e Ricardo Silva, considerado o melhor guarda-redes do torneio: «Conheço o Vítor desde as camadas jovens. Mostrou-se como um grande marcador, como tem sido no campeonato, e ainda bem, porque é bom jogador e boa pessoa. Merece estar no Campeonato do Mundo. Não me surpreende a distinção que o Ricardo Silva obteve, porque é um dos melhores guarda-redes portugueses e, sem querer ferir susceptibilidades, será o dono da baliza nos próximos anos. Tem 27 anos e ainda margem de progressão. Contudo, as proezas individuais só podem ser valorizadas se forem aliadas às vitórias do colectivo».

O goleador do Benfica elogia, também, as presenças de Diogo Rafael e João Rodrigues: «É natural que apareçam na Selecção, depois do trajecto que conseguiram nas camadas jovens. Têm feito boa figura nos seus clubes e é importante que sejam integrados na Selecção A. Na convocatória para o Europeu, André Girão foi chamado e isso mostra que Portugal continua a ter talentos jovens com qualidade».



Caio admite que o Campeonato do Mundo de San Juan, na Argentina, e o Europeu, em Portugal, serão os grandes testes de Portugal: «A geração de 82 ainda não ganhou Mundiais e ou Europeus, a nível sénior, mas ganhou nas camadas jovens e, por isso, os próximos campeonatos do Mundo e da Europa surgem, agora, como grandes testes para nós. Estaria a mentir se dissesse que não espero representar Portugal nestas competições. Vou trabalhar para continuar a ser útil».




Títulos na mira

O avançado espera rechear esta época com mais títulos no Benfica: «Temos feito uma temporada muito positiva, mostrámos regularidade e ganhámos uma Supertaça. Estamos empatados com o FC Porto, que possui vantagem no confronto directo, esperamos que eles fraquejem e tudo iremos fazer para garantirmos o primeiro lugar. O Benfica está, também, envolvido em duas frentes que pretende conquistar: a Taça de Portugal, que vencemos na época anterior, e a final-four da Taça CERS».

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...