Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Taça de Portugal: 1/16 de Final

Filipe Santos valeu ouro

Filipe Santos valeu ouro
O capitão do Futebol Clube do Porto, Filipe Santos, marcou o golo de ouro que deu a vitória à sua equipa, no jogo da Taça de Portugal, em Ponte de Lima

(foto: Paula Cunha)

Depois da goleada infligida aos Limianos no Dragão Caixa (14-2, na 9ª jornada), poucos seriam o que esperavam do Limianos uma réplica destas, frente aos enea-campeões nacionais!

Na verdade, a Taça de Portugal é uma prova à parte, onde só a vitória interessa. Por isso, os pupilos de Pedro Mendes olharam de frente para os portistas, que até se podem queixar da falta de sorte.

O caudal ofensivo portista embateu por três vezes nos ferros, antes de Pedro Alves, assistido por Rui Miguel Gomes, abrir o activo (9’).
Os portistas continuaram a dominar, mas os limianos continuavam a defender bem e a criar perigo no contra-ataque. No entanto, Reinaldo Ventura acabou por empatar a partida, aos 14’, fixando assim o resultado com que se chegou ao intervalo.

Motivada, a equipa da casa entrou bem na segunda parte. Nuno Alves, após uma jogada colectiva, finalizou com um bom remate, mas viu a bola embater na barra da baliza defendida por Filipe Magalhães. Na resposta, o espanhol Pedro Gil conduziu uma jogada de contra-ataque, que culminou com a viragem do marcador (1-2, aos 34’).

Á entrada dos dez minutos finais, o FC Porto atingiu a 10ª falta colectiva. Na cobrança do livre directo, Rui Miguel não conseguiu desfeitear Filipe Magalhães, que desviou a bola para fora com uma defesa apertada.
Neste período da partida, o caudal ofensivo dos dragões foi asfixiante.

No entanto, a sorte – e Jorge Correia! – não ajudaram os portistas, e foi mesmo a equipa da casa a marcar, a 1’30” do apito final, por intermédio de Rui André Gomes, que desviou a bola após um passe de Nuno Alves.
O jogo foi disputado taco-a-taco até ao apito final, mas tudo terminou empatado (2-2).

No prolongamento, mais do mesmo: o FC Porto dominou, e foi com alguma naturalidade – mas muito suor! – que a força dos dragões acabou por se traduzir num golo de ouro, da autoria do capitão Filipe Santos. O experiente hoquista recebeu a bola isolado à entrada da área, fulminando a baliza defendida por Jorge Correia.

Esta emocionante partida foi transmitida, em directo, pela PORTO CANAL, que voltou assim a mostrar ao país o melhor do hóquei em patins!


As equipas alinharam e marcaram:

AD "Os Limianos" (2):
Jorge Correia (Gr); Nuno Alves, Pedro Alves (1), Rui Miguel Gomes, Rui André Gomes (1) - cinco inicial; Jogaram ainda: João Pedro Araújo, Hélder Martins;
Treinador: Pedro Mendes;

FC Porto (3):
Filipe Magalhães (Gr); Filipe Santos (1), Pedro Moreira, Reinaldo Ventura (1), Pedro Gil (1) - cinco inicial; Jogaram ainda: Emanuel García, André Azevedo, Gonçalo Suíssas;
Treinador: Franklim Pais;

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...