Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Taça CERS: Oitavos-de-Final (Primeira mão)

Ariel Romero regressa a Portugal

Ariel Romero regressa a Portugal
Em exclusivo para o Mundo do Hóquei, Ariel Romero lança o jogo entre o Amatori de Lodi e o Benfica, no próximo Sábado...

Mundo do Hóquei: O Amatori Lodi e o Benfica estão no topo da classificação em Itália e Portugal, respectivamente. Como explicas o actual segundo lugar da tua equipa?
Ariel Romero: Creio que este é um momento feliz que estamos vivendo aqui em Lodi… Itália é um campeonato muito equilibrado, onde todas as jornadas há surpresas. Por isso, agora que estamos em cima, estamos a trabalhar com humildade para manter essa posição de agora até aos Play-off!


MdH: É verdade que vão viajar até Lisboa, cerca de 300 tiffosi para apoiar a equipa? Se é assim nos jogos fora, como é o ambiente em Lodi, em casa?
AR: Não sei se virão trezentas pessoas de Lodi, mas estou seguro de que pelo menos cem chegarão! O apoio dos nossos tiffosi é algo espectacular, acompanham-nos para todos os lugares, e quando jogamos em casa o palazetto está sempre cheio… com médias de 1500 espectadores! São o nosso sexto homem que temos em pista!


MdH: Quais são, para ti, os pontos fracos e fortes do Benfica?
AR: Não acredito que uma equipa como o Benfica tenha muitos pontos fracos! É uma equipa com oito jogadores, em que todos são titulares. Nós tentaremos fazer o nosso jogo, aproveitando os poucos erros que tenham… Sabendo que a eliminatória não termina em Lisboa, mas sim em Lodi!


MdH: Vives em Itália há muitos anos... como caracterizas o nível da liga italiana, nos últimos anos?
AR: O nível da liga italiana acho que, embora mudem os nomes das equipas mais fortes, continua a ser uma liga muito competitiva e, nos últimos anos, cada vez mais equilibrada.


MdH: Tens acompanhado a carreira do Hóquei de Cambra, o teu primeiro clube em Portugal? Queres comentar?
AR: A carreira do Cambra, sigo-a sempre. Não gostei nada quando foram para a Segunda Divisão, mas por sorte no ano seguinte regressaram à Primeira Divisão. Sempre espero que tudo lhes corra bem, deixei lá muitos amigos e boas recordações de lá!


Ariel Romero não quis terminar a entrevista, sem deixar uma saudação aos seus cunhados Javier “Colo” Medina (Porto Santo SAD) e Maximiliano “Maxi” Oliva (Candelária)

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...