Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Apesar de se sentir bem no Candelária...

Sérgio Silva com saudades de Itália

Sérgio Silva com saudades de Itália
Sérgio Silva ambiciona voltar a Itália, embora demonstre que se sente satisfeito por representar o Candelária. O facto de guardar excelentes r...

(texto: FPP.pt)
(foto: FotoSDacurva)


Sérgio Silva ambiciona voltar a Itália, embora demonstre que se sente satisfeito por representar o Candelária. O facto de guardar excelentes recordações do país transalpino e de a sua esposa ser italiana constituem-se como motivos que colocam o regresso no seu horizonte.
«Leio notícias, vejo vídeos e foram momentos inesquecíveis. Conquistei três campeonatos em Itália, mas os títulos de campeão da Europa e do Mundo foram, também, muito importantes. Apostei em Itália e ganhei. A minha vontade é regressar a Itália e voltaria com muito gosto. O país acolheu-me bem e, além disso, a minha mulher é italiana», afirma Sérgio Silva, em declarações ao site da Federação de Patinagem de Portugal.
O jogador, de 36 anos, garante que, actualmente, não existe qualquer convite para regressar: «Tenho contrato até final da época com o Candelária e o que apenas há é a intenção de voltar a Itália. Sinto-me bem e espero continuar a jogar hóquei durante mais anos».
Sérgio Silva tem estado em destaque no bom início de época do Candelária, sendo o melhor marcador da equipa, com oito golos, ao lado de Martin Montivero: «É sempre importante jogar bem, tenho capacidade para melhorar de rendimento, mas o importante é que a equipa conquiste os seus objectivos. O Candelária realizou um bom campeonato na última época, reforçou-se e este ano pode entrar na luta do título, embora o FC Porto seja o mais sério candidato e o Benfica esteja superior, com a contratação de três reforços, para uma equipa que já tinha qualidade».
O goleador acredita, naturalmente, que a equipa açoriana pode contrariar a tendência vitoriosa do FC Porto, na visita ao Dragão Caixa. A partida abre a sétima jornada, esta sexta-feira, pelas 21 horas: «Sabemos que o FC Porto é o eneacampeão nacional, será uma partida difícil, porque continua a ter um adversário sólido. No entanto, acreditamos que podemos trazer pontos».

Entre as inúmeras recordações dos jogos com os dragões, há uma com contornos muito especiais: «Estava no Óquei de Barcelos. O meu pai tinha falecido dois dias antes e nem treinei como era habitual. Mas os meus companheiros ajudaram-me, joguei, marquei dois golos e ganhámos por 5-3».

Ambição na Liga Europeia
Sérgio Silva vai regressar aos grandes palcos europeus, uma vez que o Candelária disputará a Liga Europeia: «Podemos chegar à Final 8. Não somos candidatos, pois, como se diz no futebol, calhou-nos o ‘grupo da morte’. No entanto, temos um sonho e vamos correr atrás dele».

Adepto da Selecção
Sérgio Silva manifestou a intenção de abandonar a Selecção Nacional, depois do Mundial disputado na Suíça, em 2007. Por isso, o apoio a Portugal surge apenas como adepto: «Apesar de julgar que ainda tenho valor para jogar na Selecção, anunciei a intenção de sair, por razões familiares, e porque Portugal tem bons valores. Abandonei quando a Espanha já dominava e, de facto, possui uma grande equipa. Temos falhado em pequenos pormenores, mas acredito no trabalho do seleccionador Rui Neto, que foi meu colega, e podemos voltar a ganhar campeonatos».

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...