Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

V Taça da Amizade: Sintra 2010

Balanço é positivo

Balanço é positivo
Apesar de esperar mais adesão por parte das hoquistas portuguesas, Sandra Silva diz-se satisfeita com esta Taça da Amizade. Já Marta Soler… quer que este evento volte a ser em Portugal no próximo ano!

Ao início da tarde de Domingo, após a festa de encerramento da Taça da Amizade 2010, o Pavilhão de Sintra transbordava de sorrisos e havia a sensação, por parte da organização, de dever cumprido.
Pela primeira vez, a Taça da Amizade veio até Portugal, e o balanço é positivo.
A organização esteve a cargo de Sandra Silva, em representação da Associação Internacional de Hóquei em Patins Feminino (AIHPF), e contou com o apoio incondicional de Marta Soler, vice-presidente daquela associação.

Sandra Silva estava feliz, apesar de esperar maior adesão por parte das atletas portuguesas, “mas para uma primeira edição, penso que foi uma abertura de portas para as atletas começarem a acompanhar as Taças da Amizade, tanto cá como fora. Já tive algumas pessoas a dizerem que, a partir de agora, onde quer que seja, vão estar presentes!”, revelou a organizadora do evento.

A ex-capitã da selecção espanhola adorou e quer voltar a Portugal: “Sim, sim! Acho que devemos voltar a Portugal! Estamos muito contentes com esta Taça da Amizade, e acho que o trabalho da organização foi espectacular! Para um primeiro ano, creio que trinta jogadoras não está mal. Mas queremos ter mais jogadoras no próximo ano, porque queremos que a Taça da Amizade fique em Portugal! Em Espanha, também começámos com 30 no primeiro ano, tivemos 60 no segundo e 80 no terceiro. Assim, em cada ano, as jogadoras convidam outras, e acho que as jogadoras que estiveram cá, em Sintra, irão de novo participar, noutro local!”



Falta de apoios públicos
A falta de apoio por parte da Câmara Municipal de Sintra marcou esta Taça da Amizade, um evento que trouxe até à histórica vila, cerca de 40 turistas espanhóis e outras pessoas de várias partes do país, para um fim-de-semana diferente!
Apesar deste obstáculo, a solidariedade de pequenos patrocinadores privados e a entreajuda dos elementos da organização foram notáveis, pois toda a ajuda é bem-vinda neste tipo de ideias.


Agradecimentos
Sandra Silva agradeceu ao Hockey Club de Sintra “porque foram espectaculares no apoio à organização”.
Marta Soler agradeceu: “agradeço à Sandra, ao Hockey de Sintra e ao MundoOK também!”

Comentários

  • link2: Nelson, obrigado também pelo apoio e disponibilidade. Eu sei que também gostaste do convívio e camaradagem que houve. Devíamos talvez realçar o facto de que o convívio e troca de experiências não se limita só ás atletas, pois os pais também beneficiam muito com o evento. Já que a CMS não apoia, tive de ser eu, como bom Sintrense a fazer uma visita guiada aos nossos convidados. Em troca, eles dão-nos a conhecer a CIDRA, a boa disposição e boa vontade. Também já fui visitante no país deles, e foi a mesma coisa, o mínimo que podemos fazer é retribuir.

Notícias lidas no momento

A carregar...