Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Notícias da Associação de Patinagem da Província de Luanda

Meninas jogam hóquei em Luanda

Meninas jogam hóquei em Luanda
Ainda são poucas, mas começam a aparecer, nos rinques da capital de Angola, algumas jovens jogadoras que poderão assegurar o ressurgimento do hóquei em patins feminino naquele país.

(foto cedida por APPL)

Não, Angola não tem, ainda, condições para voltar a competir num Mundial Feminino (2010 ou 2012).
No entanto, há em Luanda e na Huíla algumas jovens patinadoras, que vão dando os primeiros passos na modalidade, dando a entender que a modalidade pode crescer na vertente feminina.

A falta de equipamentos e infra-estruturas desportivas sempre foi um problema grave da modalidade no país, e torna-se por demais evidente no hóquei feminino. Em Luanda, tal como foi divulgado por ocasião da tomada de posse dos novos dirigentes da APPL, há um plano de massificação que visa incentivar os jovens de ambos os sexos a praticar a modalidade.

Por agora, existem algumas patinadoras nas várias escolas de patinagem. A APPL está a desenvolver esforços, no sentido de, já a partir da próxima temporada desportiva, possam começar a ressurgir patinadoras a competir nos escalões etários mais baixos (infantis e iniciados).

Espera-se que, com o passar do tempo, mais meninas surjam na periferia da capital angolana. O sucesso dos planos de massificação da modalidade depende dos apoios do estado (nomeadamente do Governo da Província de Luanda) e da boa vontade dos dirigentes da patinagem da capital.


Um pouco de História…
Há cerca de quinze anos, Angola participou, pela primeira vez, num Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins Feminino.
Em Setembro de 1994, no Algarve, as jovens hoquistas africanas terminaram a prova em 16º lugar, entre 19 participantes. Bastos de Abreu e Rolf dos Santos eram, no Algarve, os responsáveis técnicos pela equipa.
Orientadas por Rolf dos Santos e João Fernandes “Relas”, as hoquistas, todas oriundas das escolas do Petro Atlético de Luanda, repetiram a experiência em 1998, na Argentina. Terminaram a prova em 13º lugar.
Até ao momento, esta trata-se da segunda e última participação angolana em Mundiais femininos.
Ao nível de clubes, o Petro de Luanda fez alinhar, em 1995, duas equipas (“A” e “B”) no Regional de Juvenis. Ao mesmo tempo, iniciava-se o hóquei feminino nas escolas do Grupo Desportivo da Banca, clube que, em 1996, disputou com o Petro o primeiro campeonato angolano de hóquei em patins feminino.
As duas equipas acabariam por desaparecer, por carência de materiais desportivos.
A equipa do Grupo Desportivo BAI foi a última a extinguir-se, em 2001.

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...