Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Leões terminam como começaram

Leões terminam como começaram
Apesar de terem tido uma segunda volta mais condizente com [...]

Apesar de terem tido uma segunda volta mais condizente com o real valor da equipa e de terem inclusivo alcançado os objectivos tendo em conta o valor dos plantéis mais fortes do campeonato, ao assegurarem o apuramento para a Liga Europeia 2016/2017, é preciso lembrar que nem tudo correu como esperado. O título fugiu demasiado cedo, fruto da má primeira volta. Pois bem, o campeonato atípico leonino terminou como começou, com uma derrota inesperada, desta vez frente ao Paço de Arcos, no Livramento.

E a formação de Nuno Lopes nunca conseguiu, sequer, estar na frente do marcador. Nélson Ribeiro foi o primeiro a marcar (6′), com Centeno, curiosamente formado em Paço de Arcos, a empatar no minuto seguinte. Ainda antes do intervalo (23′), o internacional português Ricardo Pereira deu nova vantagem aos forasteiros.

Na segunda parte foram precisos 21 minutos para se ver novo golo, com Tuco a empatar a dois através da marcação de um livre directo que castigou a 10ª falta de equipa do Paço de Arcos, a única bola parada concretizada em oito possíveis (cinco para os visitados e três para os visitantes). A 30 segundos do final, João Beja, pouco utilizado ao longo da temporada, fez o golo da vitória azul e branca, num resultado que nada alterou a classificação final, com os leões a ficarem no quarto posto e os da Linha de Cascais no 9º.

Para os de Nuno Lopes, segue-se a final a quatro da Taça de Portugal com o jogo das meias-finais perante o Benfica, no primeiro teste de fogo da formação leonina desde que ‘despediu’ prematuramente Luís Viana, Ricardo Figueira, Tiago Losna e Cacau, que desde há quatro jornadas não fazem parte das contas do técnico alentejano.



Fonte: Modalidades

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...