Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Trabalhar, viajar, jogar e ser goleado

Trabalhar, viajar, jogar e ser goleado
Esta é a história do dia dos atletas da Física, [...]

Esta é a história do dia dos atletas da Física, na quarta-feira em que saíram goleados do Dragão Caixa por 11-1. Nalo García (minuto um), Vítor Hugo (minuto dois), Hélder Nunes (minutos 11 e 12), Alvarinho (minuto 18) e Jorge Silva (minuto 22) marcaram no primeiro tempo e na etapa complementar o mesmo Jorge Silva (minuto 10), Nalo García (minuto 12), Telmo Pinto (minuto 14), Alvarinho (minuto 16) e Vítor Hugo (minuto 24) completaram a goleada. Para a Física marcou Filipe Bernardino (minuto 20 do segundo tempo) quando o placard já marcava 10-0.

Mas o mais importante deste encontro não está nem na goleada nem nos marcadores dos golos. Está na diferença entre as equipas, não em termos de qualidade – que também existe – mas sim de condicionamentos externos ao rinque, numa partida disputada à quarta-feira no Dragão Caixa. Seria mais interessante para o campeonato se houvesse ou uma diferenciação entre as equipas profissionais e semi-profissionais ou um assumir total de que a modalidade não é profissional e, portanto, não pode ter jogos disputados durante a semana, a menos que haja acordo mútuo entre os conjuntos em causa.

Não é justo nem apelativo para o bem-estar dos jogadores, obrigá-los a tirar férias ou a trabalhar até ao meio-dia para irem jogar ao Porto. E depois do jogo, chegar a casa em plena madrugada, em vésperas de um dia de trabalho.

Adiar as partidas para feriados ou fazer jornadas duplas ao fim-de-semana para quem tiver compromissos europeus seria certamente mais equitativo.

Próximo jogo do FC Porto será em Turquel, no domingo, para o campeonato.



Fonte: Modalidades

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...