Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Pedro Nunes e Valter Neves lançaram Clássico

Pedro Nunes e Valter Neves lançaram Clássico
Benfica e FC Porto protagonizam este sábado, 19 de Dezembro, um Clássico envolto em muita expectativa e os encarnados promoveram esta quarta-feira a a...

Benfica e FC Porto protagonizam este sábado, 19 de Dezembro, um Clássico envolto em muita expectativa e os encarnados promoveram esta quarta-feira a antevisão da partida.

Ao cabo de 10 jornadas, o Benfica lidera com 30 pontos, mais seis que o rival azul-e-branco, que é terceiro. “Tenho a certeza absoluta que a classificação não joga neste Clássico”, referiu o treinador Pedro Nunes, seguro de um bom espectáculo. “Vale pelo momento, vale pelo valor das duas equipas, que é excelente. Vale também pelo estágio actual das duas equipas, fortemente motivadas”, afirmou, detalhando. “Uma pela invencibilidade e pela liderança no campeonato e a outra por dois excelentes resultados na Liga Europeia, duas vitórias claras e inequívocas e com todo o mérito frente ao Barcelona”, elogiou o treinador campeão nacional.

As vitórias dos dragões sobre o Barcelona terão ainda mais impacto considerando que o plantel do Porto sofreu alterações significantes, desde logo apostando na juventude. Mas tal não é só por si, para o capitão Valter Neves, um ponto que pudesse influir negativamente na prestação do adversário de sábado. “Apesar de nós considerarmos que a equipa do Porto seja um pouco mais nova, não podemos considerar que seja uma equipa inexperiente”, analisou Valter Neves.

Benfica lidera só com vitórias

Também com a certeza de um bom jogo de hóquei em patins de parte a parte, Valter relativizou a questão da experiência. “Neste jogo, e a este nível, isso acaba por se esbater um pouco porque os índices motivacionais e os índices de concentração vão estar ao mais alto nível”, vincou, frisando que o factor casa pode ser decisivo. “Penso e reforço que o facto de jogarmos em casa – e apelo aos adeptos que nos venham apoiar –seja um factor determinante para fazer pender o resultado a nosso favor”, disse, reforçando o apelo. “O facto da equipa se encontrar bem, o facto de a equipa jogar um bom hóquei e um hóquei que também alegra aos adeptos, que dá vontade de vir aos pavilhões ver, faz-me acreditar que neste jogo vamos ter também uma casa cheia para nos apoiarem em mais esta vitória”, deseja o capitão das águias.

Um Porto diferente

Pedro Nunes não se escusou a analisar um Porto necessariamente diferente do dos últimos anos, sem Reinaldo Ventura, Pedro Moreira, Caio e Ricardo Barreiros, mas com Reinaldo Garcia, Telmo Pinto, Gonçalo Alves e Álvaro Morais. E, principalmente, com Guillem Cabestany.

Pedro Nunes espera um Porto como o que venceu – duas vezes – o Barcelona

“É um Porto mais consciente do ponto de vista táctico, mais organizado, mais estruturado. Um Porto não tanto de risco”, expôs Pedro Nunes. O técnico encarnado espera o Porto das vitórias recentes sobre o actual campeão europei. “Acredito num FC Porto à imagem do que foram os dois últimos jogos frente ao Barcelona, um Porto com um misto de defesa individual e zonal em alguns períodos, um Porto a querer sair em transições rápidas e a tentar surpreender o Benfica”, detalhou, indo mais além sobre outros momentos do jogo. “Espero um Porto mais conservador em termos de ataque organizado, no quatro-para-quatro, um Porto com um critério de bola larga, sem procurar muito a baliza do Benfica”, desvendou. “É um Porto substancialmente diferente daquele que nos habituou nos últimos anos”, concluiu.

O Clássico tem início agendado para as 17h.

Na imprensa

As edições dos jornais diários desta quinta-feira, 17 de Dezembro, fazem eco da antevisão do Clássico por Pedro Nunes e Valter Neves. Para A Bola este é o “Clássico do momento”, realçando O Jogo que o “Benfica espera um FC Porto motivado”. O Record destaca as palavras de Pedro Nunes a relativizar o resultado final. “Seja qual for o desfecho continuamos à frente”, surge em título.

Diários destacaram antevisão do Benfica [Foto: Record]

A quase certa não utilização de João Rodrigues merece destaque no Record em peça secundária - “João Rodrigues continua em dúvida” – tal como n’A Bola, que sublinha o primeiro Clássico de Marc Torra e Jordi Adroher com o FC Porto. Sob o título “Reencontros”, o diário recorda que Adroher reencontra Cabestany com quem trabalhou na época transacta em Breganze e Marc Torra defronta Reinaldo Garcia, companheiro no Barcelona até ao último defeso em que os caminhos dos dois tomaram rumos distintos.



Veja esta e outras noticias em: HoqueiPT

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...