Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Eles já diziam: “Ninguém pára o Benfica”

Eles já diziam: “Ninguém pára o Benfica”
Nunca como hoje o típico cântico dos adeptos encarnados, “ninguém [...]

Nunca como hoje o típico cântico dos adeptos encarnados, “ninguém pára o Benfica”, fez tanto sentido. Pelo menos no hóquei em patins. Em todas as estações onde vai parando, vai deixando a sua marca, o comboio liderado por Pedro Nunes. Em Turquel, uma estação pequena – conhecida como a Aldeia do Hóquei – mas tradicionalmente complicada para os lisboetas, teve o desfecho do costume: vitória incontestada dos campeões nacionais, por 9-2.

O Turquel ainda conseguiu “respirar” cinco minutos em termos de marcador, mas é natural que um TGV chegue mais depressa ao destino que um inter-cidades, mesmo que ao início não andem muito longe um do outro. Benfica marcou primeiro por João Rodrigues (minuto três) e Vasco Luís empatou dois minutos depois. Ao minuto oito o suspeito do costume, João Rodrigues, voltou a dar vantagem aos encarnados que a partir daí dispararam no placard, com outros dois tentos de Miguel Rocha – um dos menos utilizados de Pedro Nunes – antes do intervalo.

Na segunda metade, ao minuto cinco, Marc Torra dilatava para 5-1 e dissipava qualquer dúvida quanto ao vencedor. Até final as equipas não esbanjaram o alto ritmo de jogo e os golos foram apenas uma justificação desse facto. Para o Benfica, Carlos Nicolia (minuto 9), Valter Neves (minuto 20) e Jordi Adroher (minutos 21 e 23) fizeram os restantes, enquanto Vasco Luís repetiu o feito da primeira parte e marcou o segundo dos turquelenses.

Vitória indiscutível dos campeões nacionais que pela primeira vez esta época ficam isolados na frente do campeonato, só com vitórias, já que a Oliveirense não conseguiu levar de vencida o Sporting, empatando a três bolas no pavilhão do Livramento.



Fonte: Modalidades

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...