Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

AD Sanjoanense: Garra Sanjoanense não foi suficiente

AD Sanjoanense: Garra Sanjoanense não foi suficiente
Depois de duas jornadas fora de casa, calhou à Sanjoanense apadrinhar a estreia do Candelária na condição de visitado. Com uma viagem cansativa até à Vila da Madalena, na Ilha do Pico, os alvinegros lutaram, jogaram, e dignificaram a camisola, mas ainda n

Depois de duas jornadas fora de casa, calhou à Sanjoanense apadrinhar a estreia do Candelária na condição de visitado. Com uma viagem cansativa até à Vila da Madalena, na Ilha do Pico, os alvinegros lutaram, jogaram, e dignificaram a camisola, mas ainda não foi desta que conseguiram pontos. A primeira parte foi jogada a bom ritmo e bastante equilibrada entre duas equipas à procura dos primeiros pontos. Decorriam os primeiros dez minutos e os locais adiantavam-se na partida por Alan Fernandes, resultado este que não viria a sofrer alteração até ao intervalo.

No segundo tempo, a equipa de Vítor Pereira tentou tudo para inverter o resultado. O minuto treze, trouxe algum azar a Chico Barreira que teve no seu stick a oportunidade de empatar através de uma grande penalidade, mas que não conseguiu converter. Por esta altura a os homens de São João da Madeira jogavam bem e tudo faziam para inverter o resultado negativo. Pensava-se que o cartão azul a Pedro Cerqueira no minuto dezassete deitaria tudo a perder, já que os açorianos tinham uma excelente ocasião para ampliar o marcador, no entanto, na marcação do livre direto, David Nogueira foi gigante ao suster o remate de Tiago Resende. O final foi empolgante e com muita indefinição quanto ao vencedor do jogo, as investidas alvinegras eram fortes apostava-se tudo na frente na procura do golo do empate e num destes momentos aproveitou a formação da Candelária para ampliar (2-0). Sem virar a cara à luta, Afonso Santos, no último minuto, ainda reacendeu a esperança ao reduzir (2-1), mas o tempo já era escasso, as forças não eram muitas e o resultado não iria sofrer alteração até final. Uma palavra final para estes atletas que vestem de negro, que nos quase dois mil quilómetros percorridos tudo fizeram pelo melhor resultado possível. Foram enormes! Faltou apenas a estrelinha para que saíssem com um resultado positivo dos Açores.

Para a próxima jornada a quarta, mais um jogo difícil em que a sanjoanense terá que o encarar como uma final, frente a um poderoso Valongo que nos últimos anos têm vindo roubar pontos a S. João da Madeira, este encontro está agendado para quarta-feira 28 de Outubro pelas 21h00. E que esta estrelinha que tem faltado à Sanjoanense, apareça na próxima jornada, com o apoio indispensável e imprescindível dos adeptos, todos juntos unidos por um objetivo…a vitória!

António Anacleto



Fonte: ADS

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...