Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Vitória d’Os Pinos fecha 1º Torneio 3x3 ADO

Vitória d’Os Pinos fecha 1º Torneio 3x3 ADO
Depois do fim-de-semana de 10 a 12 de Julho ter sido dedicado à competição sénior, Oeiras recebeu desde dia 17 a competição jovem do 1º Torneio 3x3 AD...

Depois do fim-de-semana de 10 a 12 de Julho ter sido dedicado à competição sénior, Oeiras recebeu desde dia 17 a competição jovem do 1º Torneio 3x3 ADO.

Apenas neste fim-de-semana de hóquei de formação, 63 equipas divididas em cinco escalões disputaram 145 jogos, apontando 884 golos. São números impressionantes para um torneio que, na sua primeira edição, granjeou inúmeros elogios à organização.

Este segundo fim-de-semana ficou marcado pela competição. Ao contrário do que poderia ser expectável, os jovens levaram a prova mais a sério que os mais velhos, levando mesmo a alguns momentos de tensão. Mas tudo sanado com a intervenção da organização, em particular de Diogo Alves, incansável a zelar por que tudo corresse bem.

Desde logo, de relevar foi a participação de Fábio Ginha. Depois de ter jogado no fim-de-semana anterior, Ginha passou para o banco. E do seu Sporting de Torres trouxe nada menos do que cinco equipas, mostrando o que de bom se faz em Torres Vedras… que não é só Física.

Bambis decidiram sábado, Martim Costa brilhou domingo

Em rinque, entre os mais novos, as contas ficaram decididas sábado. O título de Bambis foi decidido em campeonato puro, sem fase final, com os dois primeiros a chegarem empatados ao derradeiro jogo. “Parques e Jardins” e “Transformers” venceram as suas quatro partidas até se encontrarem, com a vitória a sorrir aos primeiros, por 2-0. Os Parques e Jardins terminariam mesmo com a melhor defesa (3 golos sofridos) e o melhor ataque (41 marcados) do escalão.

Protagonistas da final de benjamins

Nos benjamins, com Martim Costa a sublinhar os elogios da bancada com o título de melhor marcador, os Toor bateram a concorrência, ainda que com os Pigmentikids a darem boa réplica. Na final, os Toor perdiam ao intervalo por 1-3 mas deram a volta para 5-3.

Martim Costa, pinta de craque

Dez amigos de Nelson Ribeiro

Nos escolares, Os Cinco Amigos 2 foram os vencedores. A equipa orientada por Nelson Ribeiro venceu na final Os Fúrias por 1-2 depois de viver um momento caricato nas meias-finais. Com Os Cinco Amigos e Os Cinco Amigos 2 a defrontarem-se, Nelson Ribeiro – treinador de ambas as equipas – entregou o comando técnico ao seccionista Rui Pimentel. E o aluno superou o mestre, vencendo por 1-2.

Antes, na outra meia-final, Os Gorilas de Sintra foram afastados da corrida ao título pel’Os Fúrias depois de terem vencido todos os jogos na fase de grupos. No final da fatídica partida das meias, o treinador Ricardo Leão estava conformado. Mais do que o “adjunto” Duda, muito crítico com o irmão, Miguel Joaquim…

Ainda em escolares, os Classe Team protagonizaram a maratona de domingo. Condicionados – por pedido próprio – a jogar toda a fase de grupos (cinco jogos) no domingo, acabaram cansados. Mas, nas palavras de Vasco Monteiro, responsável da equipa que viajou desde Turquel, terminaram cansados mas contentes com a participação.

Num registo muito informal, José Carlos Gaspar, comentador na Sporting TV, passou para o outro lado do microfone por uns instantes. Com Guga – Gonçalo Gaspar (o apelido não é coincidência) - na baliza, o treinador dos Friends Team “confessou” que a escolha entre o mais novo dos Gaspar e Girão não foi fácil...

Argélia cai na decisão

Nos sub-13, a Argélia impressionou. Com nomes como Slimani ou Ghilas nas costas, os “argelinos” venceram cinco jogos até à final, marcando 43 golos e não sofrendo nenhum. No entanto, a final trouxe o dissabor… Os SuperTeam, orientados por Fábio Ginha, descobriram a maneira de bater Diogo Eduardo e, com jogadores a impressionar os presentes, os torrienses mostraram valor e bateram os até então invictos, Argélia, por 0-3.

Antes da final, Islam Slimani, enquanto não integra o estágio do Sporting às ordens de Jorge Jesus, falou – num português perfeito – em exclusivo para o HóqueiPT. João Belo, a incarnar o ponta-de-lança argelino:

Pelo caminho ficaram nos quartos-de-final, os Tudo a Rolar. Na decisão mais dramática possível, em livres directos, os IV Rodas – que cairiam nas meias – venceram por 3-2, com o golo feliz (infeliz para o guardião…) que aqui se documenta:

Sub-15/17 emotivo até final

Os mais velhos em prova, iniciados e juvenis (ou sub-15 e sub-17) juntos na mesma competição, deram tudo para ganhar, oferecendo bons espectáculos e grandes momentos. Na tensão da competição, os mais descontraídos eram Os Pinos. E o quarteto do Paço de Arcos não fez, de forma nenhuma, jus ao nome e venceu mesmo, batendo Los Muchachos na final por 2-3 depois de na fase de grupos até ter perdido por 8-4 frente à mesma equipa.

O guarda-redes Rodrigo Teixeira fechou o 1º Torneio 3x3 ADO com as declarações que sublinham a vitória da boa disposição, ainda que quando foi preciso – no fecho da fase de grupos – a equipa abdicasse da brincadeira para segurar o resultado e o apuramento para a decisiva fase…

Para o ano há mais.

Resumo de prémios

Bambis – Parques e Jardins (campeão), Martim Dias (Os Mágicos, melhor marcador, 15 golos) e Parques e Jardins (defesa menos batida)

Benjamins - Toor (campeão), Martim Costa (Toor, 17) e Comprar Casa Oeiras (defesa menos batida)

Escolares – Os Cinco Amigos 2 (campeão), António Silva (Os Fúrias, 18) e Os Cinco Amigos 2 (defesa menos batida)

Zé Carlos (melhor marcador) e Dário Borges (melhor defesa) em sub-15/17

Sub-13 (Infantis) - SuperTeam (campeão), Vicente Ponte (SuperTeam, 16) e Argélia (defesa menos batida)

Sub-15/17 (Iniciados e juniores) – Os Pinos (campeão), Zé Carlos (CD Nª Srª dos Remédios, 22) e ACT (defesa menos batida)



Veja esta e outras noticias em: HoqueiPT

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...