Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Ultimam-se pormenores para o Mundial

Ultimam-se pormenores para o Mundial
A menos de duas semanas do início do Mundial, as selecções ultimam pormenores para entrarem com o patim direito. Se os eternos favoritos ao título – E...

A menos de duas semanas do início do Mundial, as selecções ultimam pormenores para entrarem com o patim direito. Se os eternos favoritos ao título – Espanha, Argentina, Portugal e Itália – já têm definidos os 10 com que vão atacar o ceptro Mundial, também as selecções teoricamente mais fracas trabalham com afinco para alcançarem os seus objectivos.

África do Sul de inspiração lusa

A África do Sul apresenta-se em França com uma selecção de luso-descendentes, “traves-mestras” da modalidade no país que se sagrou campeão do Mundo “B” depois de ter terminado em 16º e último lugar no Mundial “A” de San Juan em 2011. Em 2013, os sul-africanos surgiram mais fortes e alcançaram o 12º lugar. Um lugar prestigiante, garante de lugar no Mundial “A” deste ano, mas também surpreendente.

“Somos considerados como uma das selecções para descer, tal como em Angola”, refere Ricardo Figueiredo, guarda-redes cuja formação passou por Oeiras e Benfica. “Em Angola mostrámos que podemos não ser fortes mas que estamos no Mundial ‘A’ para ficar”, afirma determinado. E aponta alto.

“Este ano apontamos aos 10 primeiros, mesmo sabendo que não vai ser fácil”, ambiciona. A África do Sul está integrada no grupo D com Chile, Itália e Colômbia. “É mais um ano no ‘grupo da morte’, onde os jogos são mais equilibrados”, analisa o guardião.

Ricardo Figueiredo foi campeão nacional de juvenis em 2006 ao serviço do Benfica. Nessa equipa estavam também Diogo Rafael e Pedro Henriques, que estarão neste Mundial por Portugal.

A selecção sul-africana apresentar-se-á em França com os Marco Van Tonder e Ricardo Figueiredo na defesa das redes e Nelson Mendes, os irmãos Cláudio e Leandro Araújo, Fábio Oliveira, Ricardo de Sousa, Adilson Correia e os primos Renato e Michael Guerra.

Colômbia estagia em Braga sob batuta portuguesa

O último adversário da África do Sul na fase de grupos é a Colômbia, que no último Mundial ficou no 13º lugar (o último que garante a permanência no Mundial “A”), depois de terminar em 12º consecutivo em 2011 e 2009.

Para o Mundial 2015 foi endereçado o convite a André Torres, ex-treinador do Braga, para liderar os destinos dos “cafeteros”. Esta semana, entre 8 e 12 de Junho, a selecção colombiana estagia precisamente na cidade dos arcebispos, tentando consolidar um grupo jovem.

Às ordens da equipa técnica encabeçada por André Torres - e que conta ainda com Edo Bosch - estarão os guarda-redes Juan Sebastian Canizales e Juan Jacobo Garcia e os jogadores de pista Jose David López, Daniel Hoyos Restrepo, Camilo Rodriguez Trujillo, Jonathan Giraldo Orozco, Luís Gabriel Toro Vega, Jaime Felipe Herrera, Luis Miguel Martinez e Luis Fernando Castillo.

Holanda com tarefa hercúlea no grupo A

Vinda do Mundial “B”, a Holanda não vai ter tarefa fácil para evitar um pesadelo na fase de grupos. Os holandeses, sob o comando técnico de Martin Van Den Brand, iniciam o Mundial frente a Angola, seguindo-se os anfitriões gauleses e os pentacampeões mundiais, Espanha.

A Holanda foi medalha de prata no Mundial de 1991, realizado no Porto. No último certame, em 2013, não participou.

A convocatória conta com dois hispano-holandeses - Eric e Cezar Vives – mas nem o facto de estes actuarem em Espanha poderá ajudar a escapar ao último lugar do grupo A.

No resto do conjunto laranja, Joey (gr) e Rico van den Dungen e Alexander Nottebohm representam clubes alemães e, entre as equipas holandesas, só o guarda-redes Jim Verharen (do Zaanse RC) fura o “monopólio” do Valkenswaardse RC, equipa que compete no campeonato germânico. O Valkenswaardse é representado por quatro atletas: Robbie van Dooren, Niels Janssens, e Dave e Stan Holtzer.



Veja esta e outras noticias em: HoqueiPT

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...