Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Mundial de Hóquei em Patins: a antevisão de Luís Sénica

Mundial de Hóquei em Patins: a antevisão de Luís Sénica
Pouco antes da partida da comitiva portuguesa para a França, [...]

Pouco antes da partida da comitiva portuguesa para a França, onde Portugal vai participar no 42º Campeonato Mundial de Hóquei em Patins, o seleccionador nacional, Prof. Luís Sénica, fez uma breve antevisão daquilo que espera para este Mundial.

O 42º Campeonato Mundial de Hóquei em Patins terá lugar na cidade francesa de La Roche sur Yon, de 20 a 27 de Junho de 2015. 

 

Modalidades: Pela primeira vez, o Mundial de Hóquei em Patins será na França. Quais as vantagens e desvantagens que a selecção nacional poderá ter, pelo local escolhido para acolher a prova?

Luís Sénica: Um Mundial é sempre um Mundial! Em termos competitivos, estou na expectativa que poderemos ter uma ligeira evolução em relação ao Mundial de Angola de todas as selecções em prova. Jogar na Europa e perante os nossos emigrantes é sempre confortável. O pavilhão tem excelentes condições e a pista, independentemente das suas características, será igual para todos…

 

Modalidades: Aquando do Mundial de Vigo, disputado em Julho de 2009, falava-se das vantagens e desvantagens de se disputar um Mundial no início ou no final de uma temporada desportiva. Passados estes anos todos, e tendo passado por um clube (Benfica), qual a sua opinião sobre a altura do ano em que o Mundial de Hóquei em Patins deve ser disputado?

Luís Sénica: Nunca será do agrado de todos as datas da competição! Teremos que nos adaptar e criar condições para que os jogadores se apresentem na melhor forma possível.

 

Modalidades: Que antevisão faz do Mundial deste ano, nomeadamente do grupo onde vai jogar Portugal (Brasil, Alemanha e Áustria)?

Luís Sénica: Reitero a ideia de que teremos um Mundial mais competitivo, o que será um óptimo indicador para a modalidade. Sobre o grupo de Portugal, Alemanha e Brasil jogam um bom hóquei e teremos que marcar ritmos de jogo para controlar as variáveis dos mesmos. Áustria procura evolução.

 

Modalidades: Pode-se considerar que Portugal está numa fase de colher os frutos do trabalho realizado nos ultimos anos, pelo que é “mais favorito” que as remodeladas equipas de Espanha, Itália e Argentina?

Luís Sénica: Portugal tem realizado um trabalho positivo e coerente e evolutivo e que nos permite pensar que temos condições de trabalhar por cada vitória, em cada jogo.

 

Modalidades: Sabendo de antemão que não comenta os jogadores que ficam de fora das suas escolhas, poderia deixar-nos uma ideia de quais as qualidades e valores que teve em conta, na hora de escolher estes dez jogadores para representar Portugal?

Luís Sénica: Escolhi os que nesta fase, me dão garantias de potencializar a ideia de jogo que temos trabalhado na selecção.

 

Modalidades: Por fim, uma mensagem para os adeptos portugueses de hóquei em patins, em especial para os leitores do Modalidades?

Luís Sénica: Estejam ao nosso lado!



Fonte: Modalidades

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...