Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Benfica e Sporting na final, 21 anos depois!

Benfica e Sporting na final, 21 anos depois!
A Taça de Portugal de Hóquei em Patins, cuja Final-Four [...]

A Taça de Portugal de Hóquei em Patins, cuja Final-Four se está a disputar em Vila Franca de Xira, já tem os finalistas definidos: 21 anos depois, SL Benfica e Sporting voltarão a encontrar-se na final!

Benfica dá a volta ao Óquei de Barcelos

O Óquei de Barcelos começou muito bem, quer a primeira, quer a segunda parte: os minhotos estiveram sempre em vantagem na partida, e só mesmo nos instantes finais é que o Benfica conseguiu, finalmente, passar para a frente do marcador, assegurando a vitória e a passagem à final.

Luís Querido e João Guimarães deram a vantagem à equipa minhota, mas João Rodrigues (2 golos) e Tiago Rafael deram a resposta encarnada. Ao intervalo, o jogo estava empatado 1-1.

Apesar da boa campanha que fez ao longo da temporada, o Óquei de Barcelos, orientado por Paulo Freitas, fica assim afastado da luta por um título, caindo, tal como na Taça CERS, nas meias-finais. Fica no entanto, a excelente imagem que esta equipa deu, frente a um Benfica que irá jogar pela “dobradinha”.

 

Sporting mais eficaz frente à Oliveirense

O jogo entre o Sporting e a UD Oliveirense foi um jogo de emoções, com os jogadores a darem tudo por tudo, de parte a parte, para marcarem presença na final da Taça.

André Moreira abriu o ativo bem cedo, e Martín Montivero empatou a partida. Até ao intervalo, o Sporting teve em Ângelo Girão um verdadeiro muro intransponível, que impediu a Oliveirense de fazer mais golos: Gonçalo Alves desperdiçou um livre direto, e Albert Casanovas não conseguiu transformar uma grande penalidade.

O Sporting entrou muito eficaz na segunda parte e, enquanto a Oliveirense ia rematando de todas as formas e feitios à baliza de Girão, o Sporting ia conseguindo ser eficaz, com André Moreira a bisar e André Pimenta a fazer o 1-3, batendo Diogo Almeida.

O quarto golo do Sporting foi conseguido à custa de muita insistência: Diogo Almeida defendeu um livre direto, cobrado por Ricardo Figueira, após a expulsão com cartão azul de Gonçalo Alves, mas cometeu grande penalidade, ao defender sem stick. Daniel Oliveira “Poka” foi chamado a converter a grande penalidade, mas também não marcou.

Seguiu-se a 10ª falta coletiva da Oliveirense, e Ricardo Figueira foi, e novo, chamado a converter o livre direto. Desta vez, no entanto, o capitão bateu Diogo Almeida, festejando efusivamente o golo que sentenciava, a cerca de 2min do final da partida, a presença do Sporting na final.

 

Um pouco de História…

A última ocasião em que tal aconteceu foi em 1993/94, numa altura em que a final tinha tido lugar em Angra do Heroísmo, na Ilha Terceira, nos Açores, tendo na altura o Benfica goleado o Sporting por 11-3. Esta será a terceira ocasião em que os dois “grandes” de Lisboa se encontrarão numa final da Taça de Portugal, depois de 1979/80 e 1993/94.

O jogo da final terá lugar neste Domingo, pelas 15:00h, e terá transmissão televisiva n’A BolaTV.



Fonte: Modalidades

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...