Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

À Conversa com Hernâni Campos

Hernâni Campos «muito desejo de vitória»

Hernâni Campos «muito desejo de vitória»
Com 23 anos e nascido no Canadá, Hernâni Silva Campos, um dos guarda-redes dos Seniores do Clube Desportivo da Póvoa foi o entrevistado desta semana do "À Conversa com..." do Blogue do Clube Desportivo da Póvoa.

Com 23 anos e nascido no Canadá, Hernâni Silva Campos, um dos guarda-redes dos Seniores do Clube Desportivo da Póvoa foi o entrevistado desta semana do "À Conversa com..." do Blogue do Clube Desportivo da Póvoa.

As expectativas para a nova época, tanto a nível colectivo como a nível pessoal foram alvo de conversa com Hernâni Campos.

O surgimento da sua paixão pelo hóquei em patins, que na verdade começou em ringues de hóquei em gelo, e todas as suas motivações para entrar no hóquei foram pormenorizadas.

Os tempos difíceis porque passou, "deparo-me com uma lesão grave, devido à qual teria que passar 6 meses parado e os médicos diziam que nunca mais teria a mesma mobilidade. Passei esta fase toda sozinho, sem clube, sem apoio" e a projecção para esta nova época 2011/2012, "vamos encarar a nova época com entrega, trabalho e muito desejo de vitória" também nesta entrevista do CDPhoquei.com.



ENTREVISTA PARCIAL:

Olá Hernâni, e em primeiro lugar obrigado por teres aceite o convite para esta entrevista. Diz-nos: quais são as tuas expectativas, não só a nível pessoal, mas também a nível colectivo para esta época 2011/2012?Bem a nível pessoal, procuro ser mais um para ajudar a equipa, trabalhar bem durante a semana, para continuar a evoluir, e como todos os jogadores gostam, se possível contribuir nos jogos para a vitória da equipa.
Em termos colectivos, esta equipa agrada-me bastante, ainda que seja cedo tirar conclusões. Mas em termos de expectativa prefiro encarar um jogo de cada vez, como se tratasse de uma final , até porque os jogos mais importantes são sempre os que vem a seguir, e passo a passo vamos vendo as expectativas aumentando, assim o espero.
Porquê e como o hóquei? Já agora, porquê também guarda-redes?
O hóquei começou para mim quando, em criança e no Canadá, o meu pai me levava à noite ao ringue de hóquei em gelo, observando a minha alegria a patinar e a cair. Nem sei como é que ele aguentava aquelas temperaturas tão negativas parado a olhar para mim. Com a minha vinda para Portugal, o meu vizinho jogava hóquei em patins e desafiou-me a experimentar, a partir daí nunca mais o consegui largar. Em relação a guarda redes, acho que era meu instinto, aquela posição seduzia-me, e pronto acabei por ficar ali.

Chegaste ao CDP na época passada, a nível de relacionamento com os outros jogadores, treinador,etc e também a nível de objectivos, que balança fazes de 2010/2011?
Foi com muito gosto que no ano passado ingressei no CDP, até porque me proporcionou a oportunidade de voltar a jogar hóquei, após 2 anos sem competição, e também de poder fazer parte de um balneário fantástico, onde fiz grandes amizades. Em relação à última época acho que foi positiva, deixando a sensação que podia ter sido melhor. Somos uma equipa em construção e para corrigir erros é preciso errar. Acho que a equipa este ano se encontra mais forte, e com uma experiência de segunda divisão muito maior. Agora vamos encarar a nova época com entrega, trabalho e muito desejo de vitória.
Obrigado pelo convite Miguel e dou te os meus sinceros parabéns pelo magnifico trabalho que estas a realizar.
Obrigado novamente.

ENTREVISTA NA ÍNTEGRA EM CDPhoquei.com

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...