Mundo Do Hoquei - Portal informativo de Hoquei em Patins

Luís Mendes: «consistência defensiva vai melhorar»

Luís Mendes: «consistência defensiva vai melhorar»
O guardião das redes do CD Póvoa, Luís Mendes, de 30 anos foi o entrevistado desta semana do "À Conversa com..." do blogue do Clube Desportivo da Póvoa.

Luís contou ao CDPhoquei.com um pouco da sua infância e como optou pelo hóquei e por Guarda-Redes, "o meu 1º treinador, Sr. Júlio, sugeriu-me ser Guarda-Redes".

O momento mais marcante da sua carreira, "perder, em penaltis, uma taça de Portugal", foi também assunto de conversa na entrevista desta semana.

Comentários relativos às saídas e entradas de jogadores no plantel poveiro, "consistência defensiva vai melhorar", e ainda um agradecimento especial, "deixa-me agradecer à minha melhor Amiga que sempre me apoiou para continuar na modalidade!", foi tudo alvo de conversa nesta entrevista de dia 10 de Setembro de 2011.

Dia 17 uma nova entrevista, com o entrevistado a ser comunicado no próximo dia 14 em CDPhoquei.blogspot.com




ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:


Olá Luís, primeiro que tudo, muito obrigado por teres aceite o convite para esta entrevista e agradeço o também o tempo disponibilizado para a mesma.
Ser guarda-redes é uma posição algo complicada (a meu ver): a pressão, o medo das lesões e a responsabilidade em não sofrer golos é algo que nem todos escolhem. Porquê e quando escolheste ser guarda-redes?

Eu e todos os apaixonados pela modalidade é que devemos agradecer o teu excelente trabalho!
É com muito gosto que respondo às tuas questões.
É verdade, na formação poucos jovens optam pela posição de Guarda-Redes por esses motivos e também por se dar mais importância a quem marca golos.
A minha infância e adolescência foram vividas na vila de Caldas das Taipas.
Comecei a patinar, por volta dos 6 anos, no meu clube do coração C.A.R.T. e passados uns meses o meu 1º treinador, Sr. Júlio, sugeriu-me ser Guarda-Redes. Entre várias pessoas que me apoiaram quando era miúdo, há uma muito amiga, Sr. António.

Já agora, porque o hóquei e não outra modalidade?

Em simultâneo com o hóquei pratiquei vários anos futebol no desporto escolar, o meu professor de educação física inscreveu-me nos treinos do Vitória Sport Clube quando era iniciado. Estive lá uns meses a treinar mas, como vivia e estudava longe da cidade tinha dificuldade no transporte.

Ao longo da tua carreira como guarda-redes de hóquei, qual foi o momento que mais te marcou?

Já joguei em diversos clubes e em todos tive bons e maus momentos. Pela positiva, joguei duas épocas na liga dos campeões, joguei no 2º mundial de clubes, fui campeão nacional duas vezes na 3ª e uma vez na 2ª mas, o momento que mais me marcou foi perder, em penaltis, uma taça de Portugal.
Como GR dou sempre maior importância à defesa. O ataque é muito importante mas, que adianta marcar 10 se sofrer 11.

Os seniores do Desportivo têm mostrado que o "melhor ataque é a melhor defesa". Em 2009/2010, na tua primeira época como poveiro, curiosamente quando o Desportivo se sagrou campeão da III Divisão, marcou 145 golos e apenas sofreu 44. Nesta segunda época, apesar de a diferença de golos ser negativa, a marca do Desportivo foi melhor que outros clubes da sua competição. A estratégia para 2011/2012 é também fortalecer a defesa, e só depois o ataque?

Temos jogadores experientes nas diversas posições e também vamos ter juniores que vão ajudar durante a época.

Para terminar, das quatro ausências do plantel sénior, três são defesas. A consistência defensiva do Desportivo sofrerá alterações?

A época passada foi anormal tanto nos resultados como na saída de jogadores, perdemos o Mauro a meio da época que era um defesa muito importante. Acho que com os novos colegas a consistência defensiva vai melhorar.

Obrigado novamente Luís, pelo tempo disponibilizado.

Deixa-me agradecer à minha melhor Amiga que sempre me apoiou para continuar na modalidade!


Fonte: (CDPhoquei.com)

Comentários

Notícias lidas no momento

A carregar...